Padrões de Fotolineamentos Aplicados à Análise Morfoestrutural da Bacia do Rio Mamanguape, Paraíba

Rhandysson Barbosa Gonçalves, Drielly Naamma Fonseca, Antonio Carlos De Barros Correa
2017 Revista do Departamento de Geografia  
A bacia do rio Mamanguape encontra-se no contexto fisiográfico da margem passiva do Nordeste Brasileiro, cuja história de evolução geomorfológica está relacionada aos eventos que se seguiram à abertura do oceano Atlântico sul. Seus relevos são caracterizados pela alternância de altos e baixos topográficos, dispostos transversalmente à linha de costa, em concordância com os lineamentos geológicos herdados das antigas estruturas regionais subjacentes, e assim estabelecendo um padrão topográfico
more » ... adrão topográfico de grábens e horsts. Este estudo procura contribuir para a identificação das formas de relevo locais e sua evolução, que também resultou na deposição de sedimentos na área ao longo do neógeno, assim como auxiliar na compreensão de como esses depósitos sofreram reajustes superficiais em resposta às influências neotectônicas. Os fotolineamentos foram identificados com base na extração das estruturas lineares a partir do relevo sombreado de modelos digitais de elevação construídos a partir dos dados SRTM. Baseado nos resultados cartográficos, foi possível identificar que ao Norte da bacia as morfoestruturas se apresentam basculadas de forma concordante com as direções SW-NE e WSW-ENE, que representam os trends das principais zonas de cisalhamento e plutons da área. Tais direções também exercem controle sobre a rede de drenagem. Nos setores intermediários e baixos da bacia os lineamentos exibem direção E-W como resultado da sobreimposição do trend regional sobre o relevo, como também das fases de reativação que se seguiram ao rift continental. Esses pulsos de rejuvenescimento também controlam o caráter assimétrico da bacia assim como o basculamento do relevo em direção à linha de costa.
doi:10.11606/rdg.v34i0.133284 fatcat:sryewzigyjgvzfgcgnjbwzj2ry