VARIAÇÃO LONGITUDINAL E EFEITO DO ESPAÇAMENTO NA MASSA ESPECÍFICA BÁSICA DA MADEIRA DE Mimosa scabrella E Ateleia glazioveana

Elder Eloy, Braulio Otomar Caron, Rômulo Trevisan, Denise Schmidt, Magda Lea Bolzan Zanon, Alexandre Behling, Gean Charles Monteiro
2013 FLORESTA  
Este trabalho teve como objetivo avaliar a variação longitudinal e o efeito do espaçamento de plantio na massa específica básica das árvores de Mimosa scabrella Benth e Ateleia glazioveana Baill, aos 36 meses de idade. Analisou-se um experimento instalado em delineamento de blocos completos casualizados, com três repetições. Os tratamentos foram definidos em função dos espaçamentos (2,0x1,0 m, 2,0x1,5 m, 3,0x1,0 m e 3,0x1,5 m). Foram avaliadas 72 árvores, sendo essas medidas e cubadas pelo
more » ... e cubadas pelo método de Smalian. Em seguida, foram retirados discos nas posições do tronco: 0,10 m (base), 1,30 m do solo (DAP – Diâmetro a Altura do Peito), 25%, 50% e 75% da altura total da árvore, para determinação da massa específica básica. A massa específica básica em árvores de Mimosa scabrella apresentou um decréscimo até a região do DAP, seguido de acréscimo, sem tendência de estabilização com a altura. A Ateleia glazioveana apresentou uma tendência de decréscimo no sentido base-topo das árvores. Os espaçamentos influenciaram a variação da massa específica básica em árvores de Mimosa scabrella e Ateleia glazioveana, não sendo verificada uma variação sistemática positiva ou negativa em relação ao espaço vital proporcionado.Palavras-chave: Variação axial; característica tecnológica da madeira; qualidade da madeira; espaçamento de plantio. AbstractLongitudinal variation and effect of spacing on basic density wood of Mimosa scabrella and Ateleia glazioveana. This study aimed to evaluate the variation in length and effect of spacing of the basic density of Mimosa scabrella Benth e Ateleia glazioveana Baill, trees with 36 months of age. We analyzed an experiment set up in randomized complete block design with three replications. The treatments were defined by the spacing (2.0x1.0 m, 2.0x1.5 m, 3.0x1.0 m, 3.0x1.5 m). 72 trees were evaluated, and these measures and scaled by the method of Smalian. Then, the disks were removed from the trunk positions: 0.10 m (base), 1.30 m (DAP - diameter at breast height), 25%, 50% and 75% of the total height of the tree, determining the basic density. The basic density in trees of Mimosa scabrella showed a decrease to the region of the DAP, followed by addition, without a tendency to stabilize with time. The Ateleia glazioveana showed a decreasing trend towards bottom-up tree. The spacing influenced the variation of basic density in trees of Mimosa scabrella e Ateleia glazioveana not been verified a systematic positive or negative trend in relation to the living space provided. Keywords: Axial variation; technological characteristic of wood; wood quality; planting space.
doi:10.5380/rf.v43i2.29266 fatcat:d5fcwxl37zfbvnv5r7s7sauo5u