A BNCC no contexto da contrarreforma da educação no Brasil

Luiz Alberto Ribeiro Rodrigues
2018 Interfaces da Educação  
Esta obra, publicada pela Associação Nacional de Políticas e Administração da Educação (Anpae), reúne uma série de oito artigos produzidos por pesquisadores das áreas de política educacional e currículo, em que discutem o significado do processo que tem gerado a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e seus desdobramentos frente ao PNE 2014-2024. A Base ganha corpo no decorrer da contrarreforma da Educação Básica, acompanhada por um amplo processo de (des)regulação da educação, que favorece a
more » ... , que favorece a expansão privada mercantil. Em defesa do currículo, põe-se em questão pressupostos que simplificam o debate pedagógico sobre o tema, tais como o vínculo imediato entre educação e desenvolvimento econômico, a redução da educação a níveis de aprendizagem, a restrição da crítica teórica à BNCC ao registro ideológico, a suposição de que os docentes não sabem o que fazer nas escolas sem uma orientação curricular comum. Além disso, sustenta o texto, a BNCC fere o princípio de valorização das experiências extraescolares; afronta o princípio da gestão democrática das escolas públicas; atenta contra a organicidade da Educação Básica necessária à existência de um Sistema Nacional de Educação (SNE). Considera por outro lado, condições de superação, a autonomia na gestão pedagógica, garantida aos sistemas de ensino, nos estados e município, e materializada nos projetos políticos pedagógicos (PPP).
doi:10.26514/inter.v9i27.2818 fatcat:ibzfyndqz5h4vmp7kahlrck5ce