Dosimetria in vivo em tumores de mama: comparação entre a dose medida e calculada

Ana Roma, Inês Ruas, Raquel Rocha, Verónica Gonçalves, Ana Sá, Cátia Águas, Emmanuel Bonnarens, Carina Coelho, Fátima Monsanto, Elisabete Carolino
unpublished
RESUMO: Introdução-A dosimetria in vivo é útil na medição da dose administrada aos doentes durante o tratamento, avaliando diferenças significativas entre a dose pres-crita e a dose administrada no volume alvo, bem como nos órgãos de risco. Objetivo-Comparar a dose medida com a dose calculada em doentes com tumores de mama com e sem filtro físico. Métodos-Realizaram-se medições da dose na pele, utilizando díodos tipo-p, para os campos tangenciais e respetivos field-in-field em 38 doentes.
more » ... m 38 doentes. Resultados-Verificaram-se diferenças estatisticamente significativas nos campos tangenciais open (ρ=0,000). Discussão-Estudos reportam desvios sistemáticos significativos entre a dose calculada e a dose medida. Conclusão-Com este estudo conclui-se que não existe in-fluência nas doses devido à presença do filtro físico. Palavras-chave: Radioterapia; Tumor de mama; Dosimetria in vivo; Díodos semicondutores. In vivo dosimetry in breast tumours: comparison between the calculated and measured dose ABSTRACT: Introduction-In vivo dosimetry is useful in measuring the dose administered to patients during treatment, assessing significant differences between the prescribed dose and the dose to the target volume and the organs at risk. Purpose-To compare the measured dose with the calculated dose in patients with breast tumours with and without physical wedge. Methods-Entrance dose measurements using p-type diodes were performed for tangential fields and relative field-in-field in all 38 patients. Results-Statistically significant differences in open tangential fields (ρ=0.000) were verified. Discussion-Studies report significant systematic deviations between planned and measured dose. Conclusion-With this study we conclude that there is no influence in the doses due to the presence of the physical wedge. Introdução O cancro da mama (CM) corresponde ao segundo can-cro com maior incidência no mundo e ao mais comum na mulher, sendo a quinta causa de morte de todos os cancros registados 1. A radioterapia (RT) é frequentemente administrada nestas situações, geralmente pós-cirurgia, de modo a minimizar o risco de recorrência loco-regional 2-7. Para isso, é fundamental uma elevada exatidão entre a prescrição, o cálculo e a administração do tratamento 4,6,8 , tornando-se essencial uma vigilância rigorosa, assim como a identificação e controlo de potenciais causas de erro 9 .
fatcat:hzvz7km6mnbpnmmmuhs5ersxc4