Nodulação e produção de feijão-caupi em resposta à inoculação com diferentes densidades rizobianas

Elson Barbosa da Silva Júnior, Krisle da Silva, Suzinei Silva Oliveira, Paulo Jansen de Oliveira, Robert Michael Boddey, Jerri Édson Zilli, Gustavo Ribeiro Xavier
2014 Pesquisa Agropecuária Brasileira  
Resumo -O objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta da cultura do feijão-caupi a diferentes densidades de células rizobianas aplicadas na semente, em condições de campo. Foram realizados quatro experimentos no Brasil: dois na região Norte, em área já cultivada e em área de primeiro cultivo; um na região Centro-Oeste; e um na região Sudeste. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro repetições. Os tratamentos consistiram das seguintes densidades de células da
more » ... es de células da estirpe BR 3267 ou da estirpe BR 3262: 0, 0,3, 0,6, 0,9, 1,2, 1,5 e 2,4x10 6 unidades formadoras de colônia (UFC) por semente, mais o tratamento controle sem inoculação e com adição de fertilizante nitrogenado (70 kg ha -1 de N). Foram analisadas as variáveis massa de matéria seca dos nódulos e da parte aérea, e rendimento de grãos secos (13% de umidade). Para avaliar a nodulação, foram coletadas cinco plantas sequencialmente aos 30-35 dias após a emergência, na segunda linha de cada parcela. A nodulação respondeu positivamente ao aumento da densidade de células de rizóbios aplicada nas sementes. Houve aumento linear da nodulação das plantas com o aumento da densidade da inoculação; porém, não necessariamente com resposta na biomassa da parte aérea. O maior rendimento de grãos ocorre na densidade de pelo menos 1,2x10 6 unidades formadoras de colônia por semente. Termos para indexação: Bradyrhizobium, Vigna unguiculata, fixação biológica, inoculante, produtividade. Abstract -The objective of this work was to evaluate the cowpea crop response to different densities of rhizobia cells applied to the seed under field conditions. Four experiments were carried out in Brazil: two in the North Region, in an already-cultivated area and in a first-crop area; one in the Central-West Region; and one in the Southeast Region. The experimental design was a randomized complete block with four replicates. The treatments consisted of the following cell densities of the BR 3267 strain or of the BR 3262 strain: 0, 0.3, 0.6, 0.9, 1.2, 1.5, and 2.4x10 6 colony-forming units (CFU) per seed, plus the control treatment without inoculation and with the addition of nitrogen fertilization (70 kg ha -1 N). The evaluated variables were nodule dry weight, shoot dry weight, and dry grain yield (13% moisture). To assess nodulation, five plants were collected sequentially at 30-35 days after emergence in the second row of each plot. Nodulation responded positively to the increase in rhizobia cell density applied to the seeds. There was a linear increase in plant nodulation with the increase of inoculation density; however, not necessarily with a response in shoot biomass. The highest grain yield occurs at a density of at least 1.2x10 6 colony-forming units per seed.
doi:10.1590/s0100-204x2014001000007 fatcat:tlmxa5zajjfnvotbb7qstawt5m