Lição das coisas: ruínas modernas e romance naturalista brasileiro

Salete De Almeida Cara
2015 Soletras Revista  
Resumo: O estudo do romance Luzia-Homem (1903) , de Domingos Olímpio (1851-1906, dando a ver as relações entre urbanização e mundo rural durante a seca cearense de 1877 a 1879, faz pensar nas particularidades do naturalismo no Brasil, a partir da posição do seu narrador como constitutiva da formação do nosso romance. Palavras-chave: Matéria brasileira. Romance naturalista. Narrador. Como que se percebia no abismo do espaço infindo a eterna gestação do cosmos, operoso e fecundo, em flagrante
more » ... o, em flagrante criação de mundos novos. E, na gloriosa harmonia dos astros, na expansão soberba da vida universal, a terra cearense era a nota de contraste, um lamento de desespero, de esgotamento das derradeiras energias, porque o sol sedento lhe sorvera, em haustos de fogo, toda a seiva (Domingos Olímpio, Luzia-Homem).
doi:10.12957/soletras.2015.19103 fatcat:t3z2cuytwjb2leqwlkk7rzkype