Max Weber e o "Racismo Científico" da sociologia moderna

Jessé Souza
2015 Idéias - Revista do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP  
O texto pretende desmascarar o caráter legitimador a que as "ciências da ordem" – ou seja, comprometidas não com a busca da verdade mas com a reprodução dos interesses que estão ganhando – se prestam a interesses fáticos de dominação fazendo uso do "prestígio científico". A ideia do texto foi usar Max Weber, talvez o autor mais influente das ciências sociais, e demonstrar como sua obra foi utilizada no Brasil e na reflexão da teoria da modernização para a propagação de preconceitos sociais
more » ... ceitos sociais travestidos de conceitos científicos. Como a maior parte da produção contemporânea é ainda influenciada decisivamente pelos pressupostos culturalistas da teoria da modernização – ainda que isso não seja percebido – a tese pretende valer como uma crítica à prática pseudo-científica contemporânea da forma dominante do conteúdo pseudo-científico dentro e fora do Brasil.
doi:10.20396/ideias.v5i1.8649446 fatcat:ahycvgqy7fgydicfwgdbicvgxe