FORMAÇÃO E VALORIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE

Diêgo Borges Rodrigues, Graciele Ferreira De Sousa, Jurenice Da Silva Barreto, Valdivina Alves Ferreira
2020 Zenodo  
No Brasil, o docente atua em sua profissão mesmo diante de possíveis lacunas na formação inicial e continuada, de remuneração e condições de trabalho, por vezes impróprias, que tornam essa carreira desafiadora. Sabe-se que esses problemas são antigos e por mais que se tenham normativas como a Constituição Federal de 1988 (CF), a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 1996 (LDBEN), o Plano Nacional de Educação 2014-2024 (PNE) e tantos outros, o professor da Educação Básica no Brasil
more » ... Básica no Brasil tem uma carreira desvalorizada e que, por conseguinte, pode levá-lo ao desestímulo. O profissional docente pode modificar a vida de estudantes, e esse efeito precisa ser valorizado pelas autoridades das políticas públicas de forma a refletir mudanças efetivas para sua melhor formação e maior valorização. Nessa perspectiva, essas ações ficam consoantes com a importância que esses profissionais têm na Educação. Destarte, esse trabalho tem como objetivo contemplar aspectos históricos de desenvolvimento do processo de formação do professor, bem como sua valorização. Ademais, são apresentadas algumas nuances dos aspectos políticos da Legislação e de alguns autores que abordam a temática e que vão ao encontro dos problemas e perspectivas atuais. Esta é uma pesquisa qualitativa na qual os dados foram colhidos através de análise bibliográfica e documental. Por fim, concluiu-se que tanto a sociedade como os órgãos competentes devem acompanhar o cumprimento da LDBEN, a fim de que as metas do PNE sejam alcançadas. DOI: http://doi.org/10.5281/zenodo.4289233
doi:10.5281/zenodo.4289232 fatcat:ghrwbxwumbdmzcez3qedr5ay2y