PERFIL DOS ASSISTENTES SOCIAIS DA SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DE MATO GROSSO LOTADOS NO MUNICIPIO DE CUIABÁ

Raquel Arévalo de Camargo, Maria Angela Conceição Martins
2016 Connection line - Revista Eletrônica do Univag  
O levantamento do perfil profissional de uma determinada categoria pode oportunizar a construção de instrumentos de reflexão e direcionamentos para elaboração de políticas de gestão do trabalho e educação permanente em saúde. O presente estudo teve como objetivo identificar o perfil e área de atuação dos profissionais de Serviço Social da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso lotado no município de Cuiabá. Trata-se de uma pesquisa direta quantitativa, onde o instrumento adotado para a
more » ... adotado para a coleta de dados foi o questionário auto-aplicável, contendo 30 (trinta) perguntas fechadas que permitiu identificar o perfil do universo pesquisado em seus aspectos relativos a gênero, aspectos econômicos, pós graduação, tipo de vínculo, cargos e filiação partidária. Do total de 121 (cento e vinte e um) profissionais para levantamento de coleta de dados, destes 71,9% devolveram o questionário respondido, 24,8% não devolveram e 3,3% não quiseram participar da coleta de dados. Palavras-chave: Perfil; Assistente Social; SES de Mato Grosso. ABSTRACT The lifting of the professional profile of a particular category can create opportunities to build instruments of reflection and guidelines for the preparation of management of labor and continuing education in health policies. This study aimed to identify the profile and work area of Social Service professionals State Department of Mato Grosso Health crowded in the city of Cuiabá. This is a quantitative direct research, where the adopted instrument for data collection was self-administered questionnaire containing 30 (thirty) closed questions which identified the profile of the universe researched in its aspects relating to gender, economic, graduate, type of contract, positions and party affiliation. Of the total of 121 (one hundred and twenty one) professionals for data collection survey, 71.9% of these returned the questionnaire and 24.8% did not return and 3.3% chose not to participate in data collection
doi:10.18312/1980-7341.n14.2016.328 fatcat:5r4y2uktv5bh5jzt7vwxo5nsve