Deteção de Mycobacterium tuberculosis em amostras clínicas por reação em cadeia da polimerase utilizando primers baseados na região intergênica plcB-plcC

Hermides Pinto Júnior, Claudia Giuliano Bica, Moisés Palaci, Reynaldo Dietze, Luiz Augusto Basso, Diógenes Santiago Santos
2007 Jornal Brasileiro de Pneumologia  
OBJETIVO: Desenvolver um sistema para o diagnóstico molecular da tuberculose por reação em cadeia da polimerase, do inglês polymerase chain reaction (PCR), pela construção de primers baseados na diferença da organização de uma região intergênica da fosfolipase (phospholipase) C (região plcB-plcC), que diferencia Mycobacterium tuberculosis das outras micobactérias. MÉTODOS: Um produto de PCR com o tamanho esperado (432 pb) foi obtido somente de M. tuberculosis e M. africanum. Um total de 33
more » ... Um total de 33 isolados micobacterianos e 273 amostras clínicas de pacientes com suspeita de tuberculose foram examinados. Estes foram submetidos ao estudo comparativo da técnica de PCR contra o cultivo. RESULTADOS: Os dados mostraram 93,8% de exatidão para PCR contra o cultivo (p < 0,0001), 93,1% de sensibilidade (IC: 88,7-96,0) e especificidade de 96,4% (IC: 96,1-99,4). O valor de Kappa foi de 0,82, demonstrando um alinhamento perfeito para a verificação do grau de concordância entre os testes. CONCLUSÃO: O uso da região plcB-plcC para a amplificação por PCR é mostrado como uma ferramenta importante e de confiança para o diagnóstico específico de tuberculose nas amostras clínicas analisadas.
doi:10.1590/s1806-37132007000400013 pmid:17982536 fatcat:mfgtxb3o25ehlazrd5xqti5qby