A fonoaudiologia na relação entre escolas regulares de ensino fundamental e escolas de educação especial no processo de inclusão

Alice de Souza Ramos, Luciana Mendonça Alves
2008 Revista Brasileira de Educação Especial  
A presente pesquisa teve como objetivo conhecer como ocorre o processo de inclusão de crianças com necessidades especiais no Ensino Fundamental, como acontece a comunicação entre escolas de educação especial e regular, bem como a atuação dos inúmeros profissionais envolvidos, enfocando o papel do fonoaudiólogo. Como metodologia, realizou-se um delineamento descritivo e analítico, por meio de inquérito, aplicados em seis Escolas de Educação Especial e seis Escolas de Ensino Regular da Rede
more » ... gular da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte. Participaram do estudo 6 coordenadores e 42 professores de escola regular, nove coordenadores e 61 professores de escola especial, totalizando 118 sujeitos pesquisados. Os questionários abordaram aspectos relacionados à gestão da escola, à formação docente, ao perfil dos alunos, profissionais atuantes no processo educacional, além de formas de contato entre instituições de serviço de Saúde e Educação. Na análise dos resultados, dentre outras questões, foi observada grande demanda para serviço fonoaudiológico, ainda pouco presente na área educacional. A comunicação entre os dois tipos de escola não acontece em todas as instituições pesquisadas. Ambas possuem conhecimento restrito da fonoaudiologia, principalmente as escolas regulares. Percebeu-se a falta de investimento para aperfeiçoamento pessoal dos professores, bem como para orientação aos pais acerca do processo de inclusão. Concluímos que o campo da fonoaudiologia no processo de inclusão mostra-se extenso e aberto. Sua atuação na promoção da saúde em âmbito escolar depende diretamente da interdisciplinaridade entre serviços da área da Educação e da Saúde, além da parceria entre fonoaudiólogos, educadores e pais.
doi:10.1590/s1413-65382008000200007 fatcat:4y7rjcyuunditiey3pzlu2g3je