Avaliação do risco de quedas em uma unidade de clínica de um hospital universitário

Simone Olga Armindo, Luciana Guimarães Assad, Luana Ferreira Almeida, Helena Ferraz Gomes, Eugenio Perez Junior
2020 Revista Enfermagem Atual In Derme  
Objetivo: Avaliar o risco de quedas de pacientes em unidade de clínica médica de um hospital universitário. Método: Estudo documental, transversal, descritivo, realizado de maio a julho de 2018, em uma clínica médica de um hospital universitário do Rio de Janeiro que avaliou o risco de queda través da escala de Morse em pacientes com 18 anos ou mais. Utilizou-se a estatística descritiva simples para análise Resultados: Investigou-se 53prontuários. O maior percentual foi do sexo feminino (34 -
more » ... xo feminino (34 - 64%); idade entre 18 e 97; não possuíam histórico de quedas (35 – 66%); apresentavam diagnósticos secundários (48 – 90,6%); deambulavam sozinhos ou com auxílio ou estavam acamados (53 - 100%); faziam uso de terapia endovenosa (48 - 90,6%); possuíam marcha normal, não deambulavam, estavam acamados ou possuíam cadeira de rodas (32 - 60,4%) e encontravam-se orientados (45 -84,9%). Dezoito (33,9%) apresentaram queda nos últimos três meses anteriores à internação e quatro (7,6) sofreram queda durante o período coleta. A maioria dos pacientes, apresentaram alto risco no início e no final de sua internação. Conclusão: Este estudo demonstrou a importância de avaliação de risco para quedas, durante admissão na instituição hospitalar e periodicamente, com intuito de possibilitar estratégias de prevenção desse tipo de incidente.
doi:10.31011/reaid-2020-v.91-n.29-art.29 fatcat:a2nvqjp7ufei3l3m32sgpx2fse