RELAÇÕES SOCIOTÉCNICAS DO MOVIMENTO ESCOLA SEM PARTIDO PARTIR DE UMA ANÁLISE PÓS-QUALITATIVA

Patrícia Silva, Nelson De Lucca Pretto, Danillo Mota Lima
2020 Interfaces Científicas - Educação  
Este artigo traça as relações sociotécnicas no Movimento Escola sem Partido a partir de uma visão pós-humana e da análise pós-qualitativa, utiliza como arcabouço teórico a Actor-Network Theory, que começa com o foco na materialidade e é alimentada pela observação que os humanos não são/estão totalmente no controle das práticas, mas apoiada pela suposição de que os objetos/coisas também participam e contribuem para a formação delas. Aplicamos a metodologia pós-qualitativa, mostrando que a
more » ... trando que a produção de fatos científicos não partem apenas dos humanos, mas sim das associações e das mixagens das entidades. Aquele que age e se movimenta, modifica o cenário e deixa rastros, de modo que cabe ao pesquisador descrever as marcas deixadas pelos atores (humanos e não-humanos), delineando as conexões existentes entre eles. Esse conhecimento é determinado, produzido e visível através dessas conexões.
doi:10.17564/2316-3828.2020v10n2p80-94 fatcat:6ertpafiwrgjhiigcddq7gujwi