Numeramento visual: o ensino de matemática para alunos surdos numa perspectiva multicultural

Flávia Roldan Viana, Marcília Chagas Barreto, Adriana Leite Limaverde Gomes
2016 Rematec  
O presente artigo é um recorte de uma pesquisa de dissertação concluída em 2013, tendo por objetivo discutir o ensino de matemática para alunos surdos numa perspectiva bi/multicultural de numeramento visual a partir da observação de aulas matemáticas para alunos surdos do 5º ano de uma escola bilíngue de Fortaleza (CE). O estudo de caso, foi analisado por um viés de abordagem qualitativa, seguindo o paradigma interpretativo. O ensino de matemática para a pessoa surda precisa ser permeado por
more » ... ser permeado por uma produção dialógica, sinalizada, que devem ser tomadas como sinônimo de capacidade de abstração e de conhecimento de mundo, carregado de significado e impregnado de reflexões matemáticas. Assim sendo, os educadores precisam estar atentos para que as estratégias educativas sejam adequadas e contextualizadas, assim como o uso dos recursos visuais e mnemônicos, garantindo no cotidiano da sala de aula, o exercício da participação dos alunos.
doi:10.37084/rematec.1980-3141.2015.n20.p%p.id55 doaj:d2f6d4c02520405f9edbe01ecea45aad fatcat:nzvqep3lzbgjzofq4tlxm7iumu