AVALIAÇÃO DA ADSORÇÃO DO CORANTE ISOLAN NHF-S (1-ISOPROPIL-3-METILPIRAZOL-5-DIMETILCARBAMATO) UTILIZANDO DIFERENTES ADSORVENTES

I. H. M. OLIVEIRA, P. A. M. FREITAS
2017 Blucher Chemical Engineering Proceedings   unpublished
RESUMO -Considerando o descarte de efluentes da indústria têxtil sem tratamento, estudos foram realizados a fim da eliminação deste contaminante, por meio da técnica de Extração em Fase Sólida (SPE). A adsorção do Isolan NHF-S em diferentes fases sólidas (carvão ativo, turfas orgânicas decomposta e fibrosa, sílica-gel e fibra de coco verde) foi efetuada utilizando a espectrofotometria UV-Visível. A absortividade molar do corante, 3450,5 L mol‾¹ cm‾¹, foi obtida com a elaboração de uma curva
more » ... ão de uma curva analítica. Constatou-se que para o processo adsortivo o carvão ativo e a turfa orgânica decomposta apresentaram resultados favoráveis, com adsorção de 0,643±0,008 g g‾¹ para o carvão ativo e 0,470±0,045 g g‾¹ para a turfa decomposta, ambos com absorbância lida de 580 nm e pH do corante 6,8. INTRODUÇÃO Os corantes são muito difíceis de se decompor e os métodos convencionais, tais como a coagulação, a fotodegradação, a ozonização, embora amplamente utilizados, não são tão eficazes (Ho e Mckay, 1998). No processo de tingimento têxtil estima-se que entre 10-15% do corante é perdido no efluente, e se essa perda for descartada diretamente no meio ambiente, poderá gerar sérios problemas nos processos biológicos aquáticos fundamentais (Paschoal e Tremiliosi Filho, 2005). Muitos desses corantes que têm estruturas moleculares complexas aromáticas, também são tóxicos, cancerígenos, e representam uma séria ameaça para os organismos vivos. Infelizmente, tratamentos de águas residuais convencionais são ineficazes na remoção de corantes e envolvem alto custo, formação de subprodutos perigosos, e exigências de energia elétrica intensiva. Os processos de adsorção fornecem resultados diferenciados, pois podem ser usados para remover diferentes tipos de materiais de coloração, proporcionando um tratamento atrativo (Freitas et al., 2007) , especialmente quando adsorventes de baixo custo estão disponíveis. Diversos adsorventes podem ser utilizados para remoção de corante no efluente têxtil. O foco deste trabalho se concentra no estudo do adsorvente mais apropriado para remoção do corante Isolan NHF-S do efluente têxtil. A Tabela 1 apresenta as propriedades do corante (1-Isopropil-3-metilpirazol-5-dimetilcarbamato). Os adsorventes estudados foram: carvão ativo, turfas decomposta e fibrosa, sílica-gel e fibra de coco verde seca e triturada.
doi:10.5151/chemeng-cobeqic2017-343 fatcat:cehgbfaa2vcxpffzk3th6fgipm