Lesão na base e concentrações de ácido indolbutírico no enraizamento de estacas apicais de figueira 'Roxo de Valinhos'

Lucas Eduardo Becker, Rafael Pio, Marcelo Angelo Campagnolo, Idiana Marina Dalastra, Paula Nogueira Curi, Pedro Henrique Abreu Moura
2011 Semina: Ciências Agrárias  
Resumo Esse trabalho teve como objetivo aumentar o potencial rizogênico das estacas coletadas da porção apical dos ramos de figueira, realizando-se ferimentos (lesão) na base das estacas e tratando com ácido indolbutírico (AIB). Estacas apicais de figueira 'Roxo de Valinhos' foram coletadas em julho, padronizadas com 20 cm de comprimento e diâmetro basal de 10 mm. Os tratamentos consistiram na realização ou não de lesão na base das estacas (cortes paralelos de 2 cm), e imersão em soluções
more » ... o em soluções contendo 0, 1000, 2000 e 3000 mg L -1 de AIB, por 10 segundos. As estacas foram enterradas em leito de areia umedecido, localizado dentro de telado (50% de luminosidade), enterrando-se ¾ da estaca. Após 60 dias verificou-se que o tratamento com AIB e a lesão na base das estacas traz benefícios ao enraizamento, sendo que a concentração que obteve melhores resultados foi de 2000 mg L -1 . Palavras-chave: Ficus carica L, produção de mudas, AIB. Abstract This work aimed to increase the rhizogenic potential of cuttings collected from the apical portion of the branches of fig trees, performing injuries and treating the cuttings with indolbutyric acid (IBA). Apical cuttings of 'Roxo de Valinhos' fig tree were collected in July. The cuttings were standardized with 20 cm in length and basal diameter of 10 mm. The cuttings received or not incisions at the basis (parallel cuts of 2 cm) and immersed in IBA at 0, 1000, 2000 and 3000 mg L -1 for 10 seconds. The cuttings were buried (¾ of the length) in moistened sand, inside a screen house (50% of light). After 60 days it was found that treatment with IBA benefits in the development of apical cuttings, and the concentration that achieved the best results was 2000 mg L -1 ; the use of injury at the base of the cuttings helps rooting.
doi:10.5433/1679-0359.2010v31n4sup1p1325 fatcat:ymkfdmmth5c3rlhzkcb52imdpe