Entre fenomenologia e hermenêutica: a condição responsiva da subjetividade

Marcelo Fabri
2016 Revista de Filosofia Moderna e Contemporânea  
O artigo explora a relação entre fenomenologia e hermenêutica a partir da estrutura responsiva da subjetividade humana. Mesmo em sua proposta de um "retorno" ao mundo da vida, Husserl não abre mão de um eu constituinte que, ao realizar a redução, parece suspender o movimento real da vida e da linguagem. Como pode o mundo como solo fundador ser algo constituído pelo ego? Eis o paradoxo: para se recuperar o solo fundador de toda ciência é fundamental reconhecer a pureza transcendental do ego
more » ... ndental do ego constituinte. A pergunta que colocamos, no entanto, é esta: a referida "pureza" transcendental significa um empecilho à abertura dialógica proposta pela hermenêutica filosófica? Cumpre mostrar que não, pois, pensadas a partir da unicidade respondente (subjetividade humana), fenomenologia transcendental e atitude dialógica (hermenêutica) tornam-se modelos teóricos que, mesmo muito diferentes um do outro, fecundam-se ou se enriquecem mutuamente.
doi:10.26512/rfmc.v3i2.12512 fatcat:wztlcn5tdnhndbpre3wzo6fd5m