Composição corporal e somatotipo de atletas da seleção brasileira de futebol de 5: equipe paralímpica Rio 2016

Glauber Lameira de-Oliveira, Patrícia Soares de Pinho-Gonçalves, Talita Adão Perini de-Oliveira, João Rafael Valentim-Silva, Paula Roquetti-Fernandes, José Fernandes-Filho
2018 Revista de la Facultad de Medicina  
Introdução: O conhecimento das variáveis morfológicas na modalidade futebol de 5 é importante para orientar o treinamento e possibilitar a potencialidade máxima dos atletas. Objetivo: Analisar a composição corporal e o somatotipo de atletas da seleção brasileira paralímpica Rio 2016 de futebol de 5 nas diferentes posições táticas desempenhadas em jogo. Materiais e métodos: Foi realizada avaliação antropométrica em 15 atletas (24±5.6 anos) do sexo masculino, obtendo-se o somatotipo e a
more » ... otipo e a composição corporal. Resultados: O estudo não encontrou diferença estatística significativa entre os grupos para nenhuma das variáveis antropométricas e de composição corporal. Quanto ao perfil somatotípico, o grupo (2.9 -5.5 -1.8) foi classificado como meso-endomórfico. Os fixos (2.6 -4.4 -2.4) e pivôs (2.2 -5.6 -2.3) apresentaram o perfil mesomorfo balanceado e os goleiros (3.2 -5.8 -1.6) e alas (3.2 -5.7 -1.6) o meso-endomórfico. Conclusões: A equipe foi caraterizada como homogênea quanto à antropometria e composição corporal. Houve predominância do componente muscular para o perfil somatotípico na equipe e em todas as posições. Palavras chave: Deficiência visual; atletas; composição corporal (DeCS). Lameira-de Oliveira G, Gonçalves PSP, Perini-de Oliveira TA, Valentim-Silva JR, Roquetti-Fernandes P, Fernandes-Filho J. Composição corporal e somatotipo de atletas da seleção brasileira de futebol de 5: equipe paralímpica Rio 2016. Rev. Fac. Med. 2018;66(1):25-9. Portuguese. doi: http://dx.doi.org/10.15446/revfacmed.v66n1.61069. | Abstract | Introduction: The knowledge of morphological variables in paralympic 5-a-side football mode are important to guide the training and enable the full potential of athletes. Objective: The aim of this study was to analyze the body composition and somatotype athletes of the Brazilian Paralympics Rio 2016 team 5-a-side football in the different tactical positions performed at game. Materials and methods: An anthropometric evaluation was performed in 15 male athletes (24±5.6 years), obtaining somatotype and body composition. Results: The study found no statistically significant differences between groups for any of the anthropometric and body composition variables. As for somatotype profile, the group (2.9 -5.5 -1.8) was classified as meso-endomorphic. Defenders (2.6 -4.4 -2.4) and pivots (2.2 -5.6 -2.3) presented a balanced mesomorph profile and goalkeepers (3.2 -5.8 -1.6) and alas (3.2 -5.7 -1.6) the meso-endomorphic. Conclusions: The team was characterized as homogeneous as the anthropometry and body composition. There was a predominance of the muscular component to the somatotype profile on the team and in all positions. Lameira-de Oliveira G, Gonçalves PSP, Perini-de Oliveira TA, Valentim-Silva JR, Roquetti-Fernandes P, Fernandes-Filho J. [Body composition and somatotype of athletes of Brazilian 5-a-side football team: Paralympic team Rio 2016]. Rev. Fac. Med. 2018;66(1):25-9. Portuguese. doi: http://dx.
doi:10.15446/.v66n1.61069 fatcat:mgitdhdznvd6rpn2arxu7qlc3y