A REINVINDICAÇÃO DA IMAGEM PÚBLICA EM SITES DE RELACIONAMENTO: UMA ABORDAGEM DO PRINCÍPIO DA POLIDEZ

Lorena Gonçalves, Maria Da Penha, Pereira Lins
unpublished
Resumo: Depoimento de Orkut é um gênero em que a interação entre os participantes é feita a partir de um fator em comum: o dono do perfil. Este é tomado como objeto de discurso do depoente e categorizado de forma que o efeito da construção textual desse gênero corporifique a elaboração de face tanto do dono do perfil, quanto do "amigo" que cria o depoimento. A partir desse pressuposto, neste artigo, tratamos da construção de imagem social em depoimentos de Orkut, em que a categorização é
more » ... egorização é entendida como um importante elemento da linguagem que contribui com a representação da imagem social. Para abordar essa questão, apoiamo-nos na teoria pragmática Leech (1983), que centra sua atenção na intenção do falante, que almeja sempre salvar sua face, a partir do uso de atos de polidez. Abstract: Orkut testimonial is a type of text genre in which the interaction between the users of this social networking website is made from a common factor: the owner of the profile. This owner is taken as the object of his/her "friend's discourse" and he/she is categorized so that the effect of this text construction embodies the face-work of both the owner of the profile and his/her "friend" who has written the testimony. Based on this assumption, this paper focuses on the social image building in Orkut testimonials, in which the categorization is considered an important language feature that contributes to the representation of the social image. To understand the issues related to public image, this study presents an overview of Leech's (1983) Pragmatic theory, which deal with this theme considering the face-work and linguistic politeness. Quando um indivíduo projeta uma definição da situação e com isso pretende, implícita ou explicitamente, ser uma pessoa de determinado tipo, automaticamente exerce uma exigência moral sobre os outros, obrigando-os a valorizá-lo e a tratá-lo de acordo com o que as pessoas de seu tipo têm o direito de esperar. (GOFFMAN, 1992, p. 21).
fatcat:khuzcilnwnbgxjljye4pyssk44