Diversidade genética de dourado utilizado em programas de repovoamento no rio Paranapanema

Patrícia Cristina Gomes, Ricardo Pereira Ribeiro, Rodolfo Nardez Sirol, Nelson Maurício Lopera-Barrero, Heden Luiz Marques Moreira, Jayme Aparecido Povh, Claudete Aparecida Mangolin, Lauro Vargas, Carolina Bespalhok Jacometo, Danilo Pedro Streit Júnior
2011 Pesquisa Agropecuária Brasileira  
O objetivo deste trabalho foi avaliar a diversidade genética de um estoque de Salminus brasiliensis utilizado em programas de repovoamento do rio Paranapanema, por meio do marcador RAPD. Dez reprodutores (cinco machos e cinco fêmeas) e sua progênie (40 larvas e 40 alevinos) foram analisados. Os oito iniciadores analisados produziram 96 fragmentos, dos quais 81,2% foram polimórficos. Houve diferença significativa na frequência de 32 dos 96 fragmentos, com a presença de um fragmento exclusivo nos
more » ... mento exclusivo nos alevinos. O índice de Shannon, a percentagem de fragmentos polimórficos e a distância e a identidade genética mostraram menor divergência genética entre os reprodutores e as larvas, além de diminuição da variabilidade nos alevinos. A divergência genética foi menor nos alevinos em comparação às larvas e aos reprodutores. A análise de variância molecular mostrou que a maior parte da variação está dentro de cada grupo (90,05%) e não entre os grupos (9,95%). O estoque de reprodutores apresenta alta variabilidade genética e houve diferenciação genética entre a fase de larva e alevino.
doi:10.1590/s0100-204x2011000200008 fatcat:xasdtzkxc5ctpobjihy4cqnk2a