FORMAÇÃO DO COMITÊ DE ÉTICA NO USO DE ANIMAIS DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ

Antonia Maria Binder do Prado, José Ademar Villanova Junior, Gracinda Maria D'Almeida e Oliveira
2006 Revista Acadêmica  
A preocupação com o uso de animais na pesquisa e no ensino é hoje um fato mundial, bioética não é mais um neologismo desconhecido. Após três décadas do seu surgimento nos EUA, a bioética vem se destacando preponderantemente como um importante ramo da ética aplicada. Diversos fatos apontam o seu desenvolvimento no mundo: um crescimento constante da literatura sobre o tema, diversos fóruns de debate e realização de Congressos Mundiais de Bioética, o surgimento da disciplina de bioética em
more » ... bioética em diversos cursos acadêmicos, a multiplicação das associações de bioética, o aparecimento das comissões de ética e de bioética, assim como dos chamados "códigos de ética", entre outros. A Pontifícia Universidade Católica do Paraná tem realizado um esforço permanente para tornar cada vez mais clara a sua identidade e sua missão. No planejamento estratégico apresenta de modo explícito o seu caráter ético, cristão e marista. Tais elementos constituem o coração da própria Instituição, o núcleo fundamental para o qual convergem os objetivos, os planos de ação e as metas das atividades universitárias. A preocupação com o transcendente, dentro do amplo diálogo entre a ciência, a cultura e a fé, tem sido permanente objetivo da Universidade, diante deste contexto, ela clamava pela formação de seu próprio Comitê de Ética no Uso de Animais, buscando estabelecer indicativos éticos para o uso de animais nas atividades acadêmicas.
doi:10.7213/cienciaanimal.v4i4.9546 fatcat:mdbalgmbbbcw7colyn5k332lcy