O financiamento das mídias alternativas em três períodos históricos brasileiros 1

Geilson Dos, Santos Silva
unpublished
Resumo Este artigo tem objetivo de traçar um histórico da mídia alternativa no Brasil e seu financiamento em três momentos históricos: na fase da impressa operária, na fase da mídia alternativa do período ditatorial brasileiro e na fase do midialivrismo. Dos jornais operários até a mídia digital contemporânea, ele também traz informações acerca do contexto econômico e político de cada época abordada. Ademais, a ideia do artigo é apresentar algumas formas de financiamento utilizadas durante os
more » ... os, a exemplo do autofinanciamento e financiamento coletivo. Palavras-chave: mídia alternativa, financiamento coletivo, crowdfunding 1. Os jornais operários Para iniciar, será apresentado o período considerado, para muitos autores, como o primórdio da mídia alternativa no país, que refere-se às primeiras publicações dos jornais anarco-sindicais, de 1879 a 1930. Segundo Fernandes a ideia de uma comunicação pautada pela construção de um projeto societário distinto ao dominante, com valores, práticas e conteúdo contra-hegemônicos, teve no Brasil alguns momentos históricos de construção de experiências, como na imprensa operária dos anarco-sindicalistas do final do século XIX e início do século XX [...] (FERNANDES, 20132, p. 71) Usando o jornal como ferramenta de difusão de ideias políticas e societárias, várias associações e sindicatos se organizaram no Brasil para reivindicar melhores condições de trabalho, transmitindo informações direcionadas aos trabalhadores da época. Influenciados pelos ideários anarquistas, os jornais sindicais 3 tinham o interesse de organizar e mobilizar os trabalhadores, levando-os à uma ação.
fatcat:ca2yfaywbnawvawn6qfp2crk64