Effects of rapid maxillary expansion with six months of retention and no further orthodontic treatment

Kelly Regina Micheletti, Lilian Cristina Vessoni Iwaki, Maria Gisette Arias Provenzano, Osmar Aparecido Cuoghi, Adilson Luiz Ramos
2016 Acta Scientiarum: Health Sciences  
A expansão rápida ou lenta da maxila seguida do uso de aparelhos ortodônticos fixos altera a face e os dentes. Este estudo avaliou as mudanças dentoesqueléticas após a expansão rápida da maxila (ERM) e determinou a estabilidade dessas mudanças em três anos de acompanhamento. Dez crianças com mordida cruzada posterior bilateral foram avaliadas (grupo experimental). Modelos de estudo e telerradiografias laterais foram avaliadas antes da ERM (T0), assim como três meses (T1), um ano (T2) e três
more » ... ano (T2) e três anos (T3) após a ERM. As medidas foram comparadas as de um grupo controle compostos de 21 pacientes por meio do teste ANOVA e teste t Student (p > 0.05). As mudanças no plano transversal revelaram uma expansão significante no arco superior três meses após a ERM, que se manteve estável após três anos. A expansão ao nível das cúspides foi similar à do nível gengival. Mas nenhuma diferença significante foi encontrada estre as medidas cefalométricas angulares e lineares ao longo dos períodos T0, T1, T2, e T3 e nem quando se comparou essas medidas as do grupo controle (p > 0.05). Conclui-se que A ERM precoce produz aumentos transversais estáveis no arco superior sem alterar significantemente as relações sagitais e verticais dentoesqueléticas e nem inclinar dentes.
doi:10.4025/actascihealthsci.v38i1.26431 fatcat:wztrlacoljggvpqs6a2xnl67z4