Avaliação de processo em psicoterapia psicanalítica na adolescência

Silvia Pereira da Cruz Benetti, Maria Cristina Vieweger Mattos, Nathália Bohn Silva, Aline Alvares Bittencourt
2017 Psico  
As taxas de abandono psicoterápico na infância e adolescência são altas, entretanto, são poucos os trabalhos dirigidos para essas faixas etárias. Este artigo investiga o processo terapêutico de um caso de abandono de psicoterapia psicanalítica de uma adolescente. Para tal, foram avaliadas 20 sessões da psicoterapia através do Adolescent Psychotherapy Q-Set (APQ), instrumento que descreve atitudes e comportamentos do paciente e do terapeuta, bem como das interações terapeuta/paciente nas sessões
more » ... aciente nas sessões terapêuticas. A análise do APQ foi integrada aos aspectos dinâmicos da paciente e associada às anotações clínicas fornecidas pela terapeuta para a elaboração do entendimento clínico do processo. Concluiu-se que a não aquisição de insight da paciente, aliado a um estilo defensivo imaturo constituíram fatores preditivos ao abandono psicoterápico.
doi:10.15448/1980-8623.2017.2.24820 fatcat:g7e3csedavcmlem6l5nsmxp5bi