Estoque de Carbono e atributos físicos do solo, sob diferentes usos em pastagens na Amazônia Norte mato-grossense / Carbon stock and soil physical attributes, under different uses in pastures in the Northern Amazon of Mato Grosso

Eduardo de Azevedo Sodré Florence, Gustavo Caione, Evandro Luiz Schoninger, Francielle Morelli Ferreira, Getulio de Freitas Seben Junior
2021 Brazilian Journal of Development  
As práticas agrícolas adotadas em agroecossistemas de pastagem, são responsáveis pela degradação, manutenção ou melhora dos atributos do solo. Os estoques de Carbono estão relacionados com as emissões de Dióxido de Carbono e Metano, dentro de um complexo processo biogeoquímico que determina o balanço entre a acumulação no solo e a emissão atmosférica. Dentre os atributos do solo, a densidade e a porosidade determinam o espaço físico para a circulação de ar, água e nutrientes, favorecendo a
more » ... favorecendo a diversidade da vida e influenciando nos processos biogeoquímicos. Os processos de compactação refletem significativas alterações nesses espaços e na relação volume e massa do solo, podendo inferir interpretações equivocadas do estoque de Carbono. Comparando Pastagem sob Manejo Convencional (PMC), Pastagem sob Manejo Intensificado (PMI) e uma área de referência em Floresta Nativa (FN), encontramos compactação expressiva em ambos os ambientes de pastagem com relação a área de referência. Os estoques de Carbono também refletiram diferença significativa em algumas camadas. A intensificação pecuária tem sido apontada como alternativa para reduzir os impactos da atividade agropecuária sobre as mudanças climáticas e a degradação dos recursos naturais, porém, é preciso conhecimento desses novos processos de produção, buscando sustentabilidade dos agroecossistemas.
doi:10.34188/bjaerv4n2-027 fatcat:6ovako44vzg3zjb67kl6emsj2u