Leucemia mielóide crônica e síndrome de hiper-viscosidade: relato de caso

Juliana Amâncio, Gisele Scuro, Fernanda Martins Gazoni, Hélio Penna Guimarães, Letícia Sandre Vendrame, Renato Delascio Lopes, Antônio Carlos Lopes
2008 Revista Brasileira de Terapia Intensiva  
RESUMO JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A hiperleucocitose (> 100 x 10(9)/L) em leucemia mielóide crônica não é uma apresentação comum e pode determinar manifestações clínicas de hiper-viscosidade. As perdas auditiva e visual observadas em pacientes com leucemia são consideradas sintomas incomuns, mas fortemente associados à síndrome da hiper-viscosidade. O objetivo deste estudo foi relatar o caso de um paciente que apresentou perda da audição como manifestação inicial de leucemia mielóide crônica e
more » ... mielóide crônica e síndrome de hiperviscosidade e rever aspectos relacionados a seu tratamento em Medicina Intensiva. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 41 anos, com queixa de tontura havia seis meses sem resposta ao tratamento sintomático, foi admitido no servi-
doi:10.1590/s0103-507x2008000100016 fatcat:kvr4if26lnfo5mdddfa6x4dysa