Exórdio e Argumento em Arte da Guerra do Mar (1555), de Fernando Oliveira

Jean Pierre Chauvin
2020 Só uma palavra há-de exprimir" um estudo da saudade através de princípios e métodos historiográficos  
Neste artigo, discutem-se alguns pressupostos defendidos pelo padre Fernando Oliveira (1507-1581) na Arte da Guerra do Mar, publicado em 1555. Além de refletir sobre o conceito de "guerra justa" – sustentado por Santo Agostinho e Tomás de Aquino – propõe-se demonstrar alguns artifícios retóricos a que o padre recorreu, ao fundamentar e dispor as partes do tratado.
doi:10.14393/cdhis.v33n2.2020.53971 fatcat:ys2k6v7ogbhallbxbbl73n3klm