ESTUDO DA INJEÇÃO DE MISTURAS DE CASCA DE EUCALIPTO COM CARVÃO MINERAL EM ALTO-FORNO

Ricardo dos Santos Oliveira, Carlos Frederico Campos de Assis, Paulo Santos Assis
2016 Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração  
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração. Publicado pela ABM. Este é um artigo de acesso aberto distribuído sob os termos da licença Creative Commons CC BY-NC-ND (Attribution-NonCommercial-NoDerivs)https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/. a Resumo A siderurgia tem uma importante participação na geração de gases do efeito estufa devido ao alto consumo de carvão e coque no balanço energético. A injeção de carvão pulverizado no alto-forno pode ser uma alternativa para
more » ... a alternativa para diminuir este efeito, utilizando biomassas que são fonte renovável e através da fotossíntese captura o gás CO 2 da atmosfera, reduzindo a poluição causada pelos altos-fornos. A casca do eucalipto é rica em carbono e complementa a oferta desse elemento para o processo de redução do minério de ferro. Este trabalho teve como objetivo estudar a inserção de casca de eucalipto para a injeção nas ventaneiras de altos-fornos. Para simular a possibilidade de injetar materiais, uma modelagem física é usada, a qual foi desenvolvida para este fim. Outras técnicas são utilizadas para caracterizar os materiais, como classificação granulométrica, combustão, calorimetria, análise de gás, análise química imediata e elementar. Assim, em teoria, o que esta pesquisa mostra é que a casca de eucalipto pode ser injetada em altos-fornos no lugar do carvão pulverizado. Palavras-chave: Injeção de carvão pulverizado; Alto-forno; Casca de eucalipto; Carvão mineral. Abstract The steel industry has an important participation in the generation of greenhouse gases due to the high consumption of coal and coke in the energy balance. The pulverized coal injection in the blast furnace can be an alternative to reduce this effect by using biomass which are renewable source and through photosynthesis captures the CO 2 gas from the atmosphere, reducing the pollution caused by the blast furnaces. The bark of eucalyptus is rich in carbon and complements the provision of that element to the process of iron ore reduction. This work aimed to study the bark of eucalyptus insert for injection in blast furnace tuyeres. To simulate the possibility of injection material, a physical modeling is used, which has been developed for this purpose. Other techniques are used to characterize the materials as size classification, combustion, calorimetry, gas analysis, immediate chemical and elemental analysis. So, in theory, this research attempts to shows that barks of eucalyptus can be injected into blast furnaces in place of the pulverized coal.
doi:10.4322/2176-1523.0965 fatcat:es6cd7zoyrhhpolny2j2lyxobu