Ciclos de vida e ética do envelhecimento

Solange Aparecida de Souza Monteiro
2018 Temas em Educação e Saúde  
RESUMO: Neste estudo de natureza bibliográfica busca-se compreender a vivência do envelhecer. De escolhas vividas pelos sujeitos que estão envelhecendo, a saúde passa a ser essencial para a sua autonomia, o direito de encontrar significado para viver até a chamada terceira idade. O objetivo deste artigo é discutir e refletir as principais preocupações das pessoas com o envelhecimento, que consideram que com o envelhecimento perdem sua identidade, sentem ainda que não se identificam com sua
more » ... ificam com sua idade cronológica e com fato de não se sentirem envelhecidas. Fundamentada nas contribuições de Foucault, em suas pesquisas genealógicas, pretende-se pensar o envelhecimento como uma escolha ética ligada a uma estética da existência e de saúde como uma dimensão da vida que não exclui a sexualidade a morte e a doença. PALAVRAS-CHAVE: Envelhecimento humano. Ética. Sexualidade. RESUMEN: Este estudio bibliográfico busca comprender la experiencia del envejecimiento. A partir de las elecciones vividas por los sujetos que están envejeciendo, la salud se vuelve esencial para su autonomía, el derecho a encontrar sentido para vivir hasta la llamada tercera edad. El objetivo de este artículo es discutir y reflejar las principales preocupaciones de las personas con el envejecimiento, que consideran que con el envejecimiento pierden su identidad, todavía sienten que no se identifican con su edad cronológica y con el hecho de que no se sienten Envejecido. Sobre la base de las aportaciones de Foucault, en sus investigaciones genealógicas, pretendemos pensar en el envejecimiento como una elección ética ligada a una estética de la existencia y de la salud como dimensión de vida que no excluye la sexualidad de la muerte y de las enfermedades. PALABRAS CLAVE: Envejecimiento humano. Ética. Sexualidad. ABSTRACT: This bibliographic study seeks to understand the experience of aging. From the choices lived by the subjects who are aging, health becomes essential for their autonomy, the right to find meaning to live until the so-called Third Age. The aim of this article is to discuss and reflect the main concerns of people with aging, who consider that with aging lose their identity, they still feel that they do not identify with their chronological age and with the fact that they do not feel Aged. Based on Foucault's contributions, in his genealogical researches,
doi:10.26673/tes.v14i2.12032 fatcat:nkt4nt3rencd5cew23gjzfae7y