Prospecção fitoquímica e interações medicamentosas do chá de 37 ervas comercializado em Pinhais-PR

André Guilherme Portela Paula, Cristina Peitz Lima
2019 Brazilian Journal of Health Review  
RESUMO O chá de 37 ervas é composto por plantas medicinais com o objetivo de atuar no combate as causas da obesidade inibindo o apetite, regulando os movimentos intestinais e diminuindo a ansiedade. O uso de plantas medicinais como medicamentos, é uma tradição de anos por populações ou comunidades, mas na atualidade cuidados devem ser tomados. Muitas plantas medicinais podem gerar efeitos indesejados quando usados concomitantemente a medicamentos alopáticos, as chamadas interações
more » ... ações medicamentosas. Os marcadores químicos presentes nas plantas medicinais podem atuar de duas formas em processos de interações medicamentosas: anulando ou modificando a ação terapêutica dos medicamentos alopáticos. O presente trabalho tem como objetivo avaliar o chá de trinta e sete ervas comercializado em Pinhais, PR, realizando prospecção fitoquímica, avaliando as possíveis interações medicamentosas e a rotulagem do produto. Na prospecção fitoquímica foi realizada uma marcha analítica sistemática qualitativa. As interações medicamentosas e os efeitos adversos foram baseados em levantamentos em livros e por meio da pesquisa em artigos científicos nas principais bases de dados: Scielo, PubMed, Elsevier, EBSCO e Química Nova. A análise do rótulo foi realizada através das legislações vigentes da ANVISA. Na amostra analisada, alguns marcadores não foram detectados pelo método empregado. A falta desses marcadores implica na possível falta da promoção da atividade terapêutica desejada. A partir da análise qualitativa foram observados resultados negativos para os seguintes marcadores: antraquinonas, alcalóides, heterosídeos flavônicos e antocianidinas. Existem vários fatores que podem ter influenciado para o resultado negativo dos marcadores químicos citados, entre eles: a quantidade e a qualidade das plantas que compõem a amostra de chá de trinta e sete ervas, bem como os processos de produção das plantas do lote de chá de sete ervas, que pode ter sido realizado de forma adequada. O estudo das interações medicamentosas possibilitou a verificação de muitas interações com medicamentos alopáticos. O rótulo apresentou diversas divergências quando comparado às resoluções da ANVISA. Brazilian Journal of health Review Braz. J. Hea. Rev., Curitiba, v. 2, n. 5, p. 4621-4640 sep./out. 2019. ISSN 2595-6825 4622 Palavras-chave: Plantas medicinais, marcadores químicos; chá misto; embalagem; interações medicamentosas. ABSTRACT The tea of 37 herbs is composed of medicinal plants with the aim of acting in combating the causes of obesity inhibiting appetite, regulating bowel movements and decreasing anxiety. The use of medicinal plants as medications, is a tradition of years by populations or communities, but nowadays care must be taken. Many medicinal plants can generate unwanted effects when used concomitantly with allopathic medications, so-called drug interactions. The chemical markers present in medicinal plants can act in two ways in the process of drug interactions: nulling or modifying the therapeutic action of allopathic medications. The present work aims to evaluate the tea of 37 herbs commercialized in Pinhais, PR, conducting phytochemical prospecting, evaluating possible drug interactions and product labeling. In the phytochemistry prospecting, a qualitative systematic analytical gait was performed. Drug interactions and adverse effects were based on surveys in books and through research in scientific articles in the main databases: Scielo, PubMed, Elsevier, EBSCO and Química Nova. The label analysis was carried out through the current legislation of ANVISA. In the sample analyzed, some markers were not detected by the method employed. The lack of these markers implies the possible lack of promotion of the desired therapeutic activity. From the qualitative analysis, negative results were observed for the following markers: anthraquinones, alkaloids, flavonic heteroids and anthocyanidins. There are several factors that may have influenced the negative result of the cited chemical markers, among them: the quantity and quality of the plants that compose the tea sample of 37 herbs, as well as the production processes of the plants of the batch of Tea of seven herbs, which may have been carried out appropriately. The study of drug interactions enabled the verification of many interactions with allopathic medications. The label presented several divergences when compared to ANVISA resolutions.
doi:10.34119/bjhrv2n5-063 fatcat:cxm7vaqufbh37ieayvvfubro54