Rádio e a Memória do Cotidiano

Nelia Rodrigues Del Bianco
2018 Revista Brasileira de História da Mídia  
A partir da compreensão que a memória é uma construção social, produzida pelos homens em suas relações sociais e experiências vividas (HALBWACHS, 1990), o artigo aborda como o rádio participa da vida cotidiana e colabora para a construção de sentidos na interação entre ouvintes e comunicadores, por meio da análise de conteúdo de comentários dos ouvintes de quatro emissoras populares brasileira registrados em fanpages no Facebook. Os comentários revelam histórias de vida tecidas nas relações de
more » ... as nas relações de afeto, amizade entre ouvintes e o espaço radiofônico. Constata que a reiteração dessa prática comunicacional é parte da construção de laços sociais, sentimento de pertencimento e de coesão garantida pelos quadros sociais da memória coletiva. É um vinculo que se estabelece a partir tradição da cultura oral que tem sido capaz de suscitar efeitos mesmo em tempos de internet móvel e a interação das redes sociais.
doi:10.26664/issn.2238-5126.7120187085 fatcat:hhqyvwwysja5phnp6qtq5d74a4