O segundo mandato de Lula e a política externa: poucas novidades

Miriam Gomes Saraiva
2007 Carta Internacional  
A eleição de Lula para um segundo mandato, que terá início em 2007, não deve mudar a política externa brasileira. Seu desempenho e seus resultados, apesar das críticas sofridas durante a campanha eleitoral, foram considerados bem-sucedidos pelo governo e já houve sinais de que se trata de uma área onde haverá continuidade.
doaj:7cd6473f23784854a02af5f75d85589f fatcat:afti2scvijckjjsjhu7q32jhli