Protestantismos Latino-Americanos: Entre o Imaginário Eurocêntrico e as Culturas Locais

L.E. Wirth
2008 Estudos de Religião  
Resumo O argumento central deste ensaio aponta para a existência de uma convergência entre o catolicismo romano, por um lado, e os protestantismos latino-americanos, por outro, em relação ao imaginário que vinculavam, respectivamente, à cristianização e à evangelização do continente. Tanto a integração dos povos conquistados nas nações cristãs através de sua cristianização católico-romana, nos séculos CVI e XVII, quanto o ideário civilizacional protestante anglo-saxão, dos séculos XIX e XX,
more » ... culos XIX e XX, trazem em seu bojo a idéia de uma hierarquia interna. Os povos cristianizados da cristandade colonial, bem como os posteriormente convertidos ao protestantismo, sempre serão, de acordo com este imaginário, cristãos assimilados à cultura dominante eurocêntrica, o que lhes confere um status de subordinação, de acordo com critérios étnicos e raciais considerados científicos na época. Conflitos em torno da romanização do cristianismo católico-romano no Brasil, bem como a longa luta das igrejas protestantes por autonomia diante das chamadas igrejas-mães são episódios exemplares que explicitam esta representação de hierarquia de fundo étnico-racial. Apesar da secular querela entre protestantes e católicos, constata-se assim certa coincidência entre estas duas tendências do cristianismo, quando se trata de decifrar, valorar e enquadrar as culturas locais. Palavras-chave: Imaginário; Conquista; Evangelização; Romanização; Catolicismo colonial; Protestantismo. Latin American protestantisms: between the eurocentric imagination and local cultures Abstract The central argument of this essay points to the existence of a convergence between Roman Catholicism, on the one hand, and the Latin American Protestantisms on the other, in relation to the imagination which linked them respectively to the christianization and the evangelization of the continent. Both the integration of the peoples conquered * Teólogo e professor no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião, da Universidade Metodista de São Paulo. by christian nations through the Roman Catholic Christianization, of the sixteenth and seventeenth centuries, and the Anglo-Saxon ideas of bringing civilization, of the nineteenth and twentieth, carry within themselves the idea of an internal hierarchy. The christianized peoples of colonial Christendom, together with those who were later converted to Protestantism, will always be, according to this imagination, christians assimilated to the dominant eurocentric culture, which confers on them a status of subordination, according to ethnic and racial criteria which were considered scientific at the time. Conflicts about the romanization of Roman Catholic Christianity in Brazil, together with the long struggle of the Protestant churches for autonomy in relation to the so-called mother churches, are exemplary episodes which explain this representation of ethnicoracially based hierarchy. In spite of the age-old quarrel between Protestants and Catholics, a certain coincidence is noted between these two different tendencies within Christianity, when it comes to decifering, evaluating, and classifying local cultures.
doi:10.15603/2176-1078/er.v22n34p105-125 fatcat:n44n32mhzbb6hlmooruk4qdbdi