A PERFORMANCE NARRATIVA DE UMA BLOGUEIRA: "TORNANDO-SE PRETA EM UM SEGUNDO NASCIMENTO"

Glenda Cristina Valim de MELO, Luiz Paulo da Moita LOPES
2014 Alfa: Revista de Lingüística  
A web 2.0 propicia aos sujeitos sociais a possibilidade de contar suas histórias assim como de vê-las discutidas em novas formas de interação. Este artigo almeja apresentar os posicionamentos interacionais que constroem a performance narrativa de co-construção de raça de uma mulher negra no blog "Eu, Mulher Preta". O estudo se ampara nos aportes teóricos dos novos letramentos digitais, na concepção de raça proposta pelas Teorias Queer e na teorização de narrativa como performance. Para analisar
more » ... a narrativa da blogueira como performance, o quadro analítico se ancora no construto de posicionamento interacional e nas pistas que marcam tal posicionamento na encenação da performance. Os resultados indicam que a narradora se posiciona interacionalmente como mulher preta. Identificamos, porém, um posicionamento interacional anterior ao renascimento como negra: o de mulher "branc[a] meio suj[a]". Observamos ainda que tais posicionamentos refletem duas performances discursivas conflitantes, uma que se aproxima e valoriza a negritude e outra que se distancia de sua origem. Esta investigação, baseando-se nas Teorias Queer, possibilita, também, tratar a questão racial como um traço performativo, colocando-a ao lado de gênero e sexualidade.
doi:10.1590/1981-5794-1409-2 fatcat:5bkhnsuqqbcxfikrr3qp2j7cfa