A qualidade da sistematização da assistênca em enfemagem em um hospital público de Teresina

Leila Mariane Machado Torres Bezerra, Lorena Gomes de Abreu Lima, Nájila Aguiar Freitas Lemos, Francisca Maria Pereira da Cruz, Sara Ferreira Lobato de Brito, Guilherme Pertinni de Morais Gouveia, Gabriela Dantas Carvalho, Rayssa Maria de Araujo Carvalho, Renata Fortes Santiago, Roberta Fortes Santiago
2021 Revista Eletrônica Acervo Saúde  
Objetivo: Analisar a aplicabilidade da SAE em um hospital de grande porte de Teresina. Métodos: Trata-se de uma pesquisa exploratória, quantitativo, realizado em um hospital público de Teresina-PI. Foram aplicados questionários estruturados aos enfermeiros, seguido da análise dos prontuários, sob aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos do Centro Universitário UNIFACID (2.271.299). Todos os participantes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e para a
more » ... (TCLE) e para a análise dos prontuários foi assinado o Termo de Consentimento do Uso dos Dados (TCUD). Os dados analisados pelo programa SPSS, e empregado o teste de tendência linear. Foram considerados significantes valores de p<0,05. Resultados: Houve predominância de profissionais do gênero feminino (76,7%, n=23), especializadas (80%, n=24), com menos de 5 anos de experiência profissional (36,7%, n=11). Estes profissionais mostraram ter conhecimento sobre a SAE (73%, n=22), no entanto, quando analisados o preenchimento das mesmas nos prontuários das clínicas médica, ortopédica e cirúrgica obtiveram avaliação ruim, mostrando não preencherem completamente (63,3%, n=19) com ênfase nas clínicas ortopédica e cirúrgica, respectivamente. Conclusão: Constatou-se que a SAE ainda se encontra em fase de implantação no hospital pesquisado e ocorre de forma bastante fragmentada em todos setores investigados.
doi:10.25248/reas.e7647.2021 fatcat:4gntwijoqjgdxmdhvtid7isqx4