Artigo Original AUTOPERCEPÇÃO DOS PACIENTES FIBROMIÁLGICOS SOBRE O TRATAMENTO FISIOTERÁPICO Self-perception of patients with fibromyalgia on the physiotherapy treatment

Fernanda Severino, Rodrigo Aguiar, Simões, Glauter, José Silveira, Araújo, Maria Albertina, Rocha Diógenes
2014 Fortaleza   unpublished
Autopercepción de los pacientes con fibromialgia sobre el tratamiento fisioterapico RESUMO Objetivo: Compreender a autopercepção do paciente com fibromialgia em relação à sua patologia e à fisioterapia e mostrá-la como um instrumento de aperfeiçoamento na prática dos profissionais de saúde Métodos: Pesquisa com abordagem qualitativa, com características descritivas e exploratórias, realizada em um centro de tratamento fisioterápico do município de Fortaleza-Ceará, em 2013. Fizeram parte do
more » ... zeram parte do estudo 10 pessoas com diagnóstico clínico de fibromialgia em tratamento fisioterapêutico. Os dados foram coletados através de entrevista semiestruturada e analisados à luz da análise de conteúdo. Pôde-se agrupar o texto com os seguintes temas: Relação entre dor e cansaço; A fibromialgia resumida como uma dor, pessoal, física e mental; Fisioterapia, a oficina funcional do corpo; A perspectiva do sadio e a incerteza; e O fisioterapeuta humanizado. Resultados: A dor foi relatada como o maior fator incapacitante e por isso se dizem cansados e estressados. Compreendem a importância da Fisioterapia no seu processo de adaptação de limites físicos e na convivência com a dor, e conhecem o fisioterapeuta como um profissional humanizado. Conclusão: Os relatos mostram que os pacientes, em atendimento fisioterapêutico, têm a percepção de sua condição como enfermo, sabendo da importância da fisioterapia na sua condição funcional. As falas dão um feedback, ao profissional, que identifica os objetivos e os fatores que interferem no tratamento, podendo sugerir também a necessidade de intervenções de outras especialidades. Descritores: Narração; Fibromialgia; Fisioterapia. ABSTRACT Objective: To understand the self-perception of the patient with fibromyalgia regarding the pathology and physiotherapy and show it as an instrument for improving the practice of health professionals. Methods: A qualitative, exploratory and descriptive research conducted at a physiotherapy center in the municipality of Fortaleza, Ceará, in 2013. The study comprised 10 people with a clinical diagnosis of fibromyalgia undergoing physiotherapy treatment. Data were collected through semi-structured interview and underwent content analysis. The text could be grouped into the following themes: Relationship between pain and fatigue; Fibromyalgia defined as a personal, physical and mental pain; Physiotherapy, the functional workshop of the body; The idea of being healthy and uncertainty; and the humanized physiotherapist. Results: Pain was reported as the most disabling factor and, because of that, they feel tired and stressed. They understand the importance of physiotherapy in the process of adaptation to physical limits and coping with pain, and recognize the physiotherapist as a humanized professional. Conclusion: The reports show that patients undergoing physiotherapy recognize they are sick and know the importance of physiotherapy for their functional condition. The speeches give a feedback to the professional who identifies the objectives and factors that interfere with treatment, and may also suggest the need for interventions by other professionals.
fatcat:gb23b4hozrgafnnu3dhillwbse