Modelagem geoestatística 3D da impedância acústica para a caracterização do campo de namorado

Alexandre Campane Vidal, Sérgio Sacani Sancevero, Armando Zaupa Remacre, Caetano Pontes Costanzo
2007 Revista Brasileira de Geofisica  
The aim of this work is analyze the vertical seismic resolution of the turbidity reservoir of Namorado Field. In this work the seismic modeling was accomplished using the convolution method. The wavelet used was the Ricker type with dominant frequency of 20 hz, 35 hz and 50 hz. The results show that wavelet with frequencies of 35 hz and 50 hz have better seismic resolution than wavelets of 20 hz, however all frequencies delimit top and base of the reservoir. From the acoustic impedance model,
more » ... impedance model, obtained from the synthetic seismogram, was possible, knowing the correlation of this variable with reservoir rocks, determine the distribution of reservoir facies. For that was used the geostatistical analysis that still enabled the studies regarding to the scenarios analysis by means of the application of stochastic methods. RESUMO. Este trabalho avalia a resolução sísmica vertical do reservatório turbidítico do Campo de Namorado, por meio da modelagem sísmica 1D utilizando o método da convolução. A wavelet escolhida foi a do tipo Ricker com freqüências de 20 hz, 35 hz e 50 hz. Os resultados obtidos determinam que as wavelets com freqüências de 35 hz e 50 hz apresentaram melhor resolução sísmica quando comparadas com as wavelets de 20 hz, porém todas as freqüências delimitaram topo e base do reservatório e em alguns poços foi possível identificar heterogeneidades internas. A partir do modelo de impedância acústica, obtido para a geração do sismograma sintético, foi possível, conhecendo a correlação dessa variável com as litologias do campo, determinar o modelo tridimensional da fácies reservatório. Para isso foi utilizada a análise geoestatística que possibilitou ainda a geração de cenários otimistas e pessimistas por meio da aplicação de métodos estocásticos. Palavras-chave: modelagem sísmica, impedância acústica, geoestatística.
doi:10.1590/s0102-261x2007000300006 fatcat:3r4ltw7fz5gttad7lwsib3ck2a