Hemangioendotelioma maligno do crânio: relato de um caso em criança

Walter C. Pereira, Pedro G. Lopes, Antonio J. Chagas, Antonio B. Lefèvre, Rolando A. Tenuto, L. C. Mattosinho-França
1969 Arquivos de Neuro-Psiquiatria  
Os hemangioendoteliomas primitivamente ósseos são neoplasias muito raras e de diagnósticos clínico e radiológico difíceis. Em virtude de seu crescimento rápido, grande capacidade infiltrativa e metastatização precoce, o prognóstico é geralmente sombrio, mesmo com cirurgia radical seguida de radioterapia. Relatamos um caso de hemangioendotelioma maligno, localizado no crânio, em criança de 6 anos de idade, cujo diagnóstico radiológico foi de displasia fibrosa óssea. O doente foi operado, sendo
more » ... ita exérese aparentemente total da neoplasia e, a seguir, irradiado com cobaltoterapia em doses elevadas; tais medidas, contudo, não impediram a progressão do processo neoplásico. A quimioterapia, com Enduxan intravenoso, determinou a cura clínica e radiológica do paciente. São discutidos varios aspectos referentes ao diagnóstico do hemangioendotelioma maligno, tendo em vista a grande confusão existente na literatura em relação à nomenclatura e classificação desses tumores.
doi:10.1590/s0004-282x1969000400012 fatcat:bruov7uhb5fbzmqexymp4yvmri