Pesquisa de miRNAs circulantes, potenciais biomarcadores de aterosclerose subclínica em indivíduos euglicêmicos e pré-diabéticos [thesis]

Magda Elizabeth Graciano Saldarriaga
2017 Autorizo a reprodução e divulgação total ou parcial deste trabalho por qualquer meio convencional ou eletrônico, para fins de estudo e pesquisa, desde que citada a fonte. AGRADECIMENTOS Primeiramente a Deus por ter permitido que eu esteja aqui hoje e que recorresse este caminho de novos conhecimentos, ao lado de grandes pessoas que contribuíram a esta realização; A mi orientador, Professor Mario Hirata, por ter me acolhido no seu laboratório e ter me guiado durante esta caminhada; Aos
more » ... caminhada; Aos pacientes e voluntários que participaram do estudo pela disposição e amizade; Ao Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em cabeça da Dra. Amanda Guerra de Moraes Rego Sousa, por colocar a disposição sua infraestrutura e funcionários para a realização deste estudo; À Faculdade de Ciências Farmacêuticas por ter me permitido fazer parte dessa nobre morada do conhecimento; À professora Rosário por ter acompanhado de perto este processo; A Cristina, por todos os ensinamentos, mas principalmente, por ter sido uma grande amiga que me acolheu na sua São Paulo; Aos funcionários do Instituto Dante Pazzanese por tudo o suporte durante esta caminhada. Cilene da tomografia; Carmen e Maria do oitavo andar; o Senhor José Luiz do Vascular e a Néia do laboratório clínico. Doutores Marcelo Ferraz Sampaio, Ibraim Masciarelli Mais do que colegas foram meus amigos; A os meus amigos do LBMAD que se tornaram a minha família no Brasil: Aécio, A Laure por todos os dias de coleta; A Duván e Paula, meus amigos da Colômbia, obrigada pela amizade e companhia; À agência de fomento CNPq, pela bolsa e os recursos para a execução da pesquisa; Finalmente, não poderia deixar de agradecer a minha família por ter acreditado e ter me impulsado cada dia. Alejandro meu companheiro de vida, sem você isso não teria sido possível. De coração, muito obrigada! RESUMO SALDARRIAGA, M.E.G. Pesquisa de miRNAs circulantes, potenciais biomarcadores de aterosclerose subclínica em indivíduos euglicêmicos e pré-diabéticos. 2017. 120f. Dissertação (Mestrado) -Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. As doenças cardiovasculares e o diabete melito fazem parte das DCNT prioritárias da OMS, devido às altas taxas de morbimortalidade e incapacidade que geram a cada ano. Estima-se que no mundo existam 387 milhões de diabéticos e outros 316 milhões de pessoas com características de risco, como pré-diabete. Cerca de 60% dos pacientes com DM2 desenvolvem doença cardiovascular, a qual inicia de forma concomitante aos distúrbios do metabolismo da glicose, podendo existir mecanismos fisiopatológicos comuns entre as doenças. Metade dos eventos coronarianos, inclusive a morte súbita, ocorrem em indivíduos assintomáticos, evidenciando a necessidade de novos marcadores precoces, já que em muitos deles a morte é a primeira manifestação. Recentemente, tem sido sugerido que os miRNAs envolvidos na regulação da expressão gênica podem ser caracterizados como biomarcadores em diversas doenças. Nosso objetivo é identificar alterações no perfil de miRNAs circulantes em indivíduos euglicêmicos e pré-diabéticos com e sem aterosclerose subclínica, utilizando a tecnologia de qPCR Arrays, com a finalidade de identificar candidatos a biomarcadores moleculares dessa condição. Encontrou-se que a aterosclerose subclínica esteve associada com o envelhecimento, a menopausa, etnia branca, dislipidemia, resistência à insulina, o aumento da adiposidade, leptina e do TNF-α. O aumento do miR98-5p e a diminuição dos miRNAs miR -212-3p, miR-145-5p, miR-93-5p, miR15a-5p, miR-19a-3p, miR32-5p levaram a ativação da via de sinalização da aterosclerose. Os resultados sugerem que a inflamação foi o principal mecanismo associado com o desenvolvimento de aterosclerose subclínica neste estudo. Palavras -chave: Pré-diabete, aterosclerose subclínica, Diabete Melito tipo 2, doença arterial coronariana, miRNAs, biomarcadores. ABSTRACT SALDARRIAGA, M.E.G. Search of circulating miRNAs, potential biomarkers of subclinical atherosclerosis in euglycemic and pre-diabetic subjects. 2017. 120f. Dissertation (Master's degree) -School of Pharmaceutical Sciences, University of Sao Paulo, Sao Paulo, 2017. Cardiovascular Disease and Diabetes Mellitus are relevant NCDs for the WHO. It´s estimated that, worldwide, there are 387 millions of diabetics and 316 millions of people with risk characteristics like prediabetes. About 60% of patients with T2DM develops cardiovascular disease, which starts at the same time as disorders of glucose metabolism, there may be common pathophysiological mechanisms among diseases. Half of coronary events, including sudden death, occurs in asymptomatic individuals. This fact, highlights the need for new early markers of the disease, especially in asymptomatic patients, since in many of them, death is the first manifestation. It has been recently suggested that miRNAs involved in pos-transcriptional regulation of gene expression, could be characterized as biomarkers of diseases. Our goal is to identify changes in the profile of circulating microRNAs in euglycemic and prediabetic patients with or without subclinical atherosclerosis, by quantitative Polymerase Chain Reaction array (qPCR Array) in order to find molecular biomarkers of this condition. We found that subclinical atherosclerosis was associated with aging, menopause, white ethnicity, dyslipidemia, insulin resistance, increased adiposity, leptin and TNF-α. The up-regulation of miR98-5p and the downregulation miR-212-3p, miR-145-5p, miR-93-5p, miR15a-5p, miR-19a-3p, miR32-5p led to activation of the signaling pathway of atherosclerosis. The results suggest that inflammation was the main mechanism associated with the development of subclinical atherosclerosis in this study.
doi:10.11606/d.9.2017.tde-24052017-161009 fatcat:7ofh4ti2xzh7fhj3v4habm3xti