O relacionamento interpessoal: Transições de professores universitários The interpersonal relationship: Transitions of university professors

Fabiula Meneguete, Vides Da Silva, Cristiano Castro, Almeida Cunha
unpublished
Resumo Buscamos, por meio deste trabalho, compreender o significado das relações interpessoais estabelecidas nos processos de transição do contribuidor individual (professor) para líder (reitor ou pró-reitor) e de líder para contribuidor individual em universidades. A abordagem fenomenológico-hermenêutica de van Manen (1990) foi utilizada a fim de retomar os principais temas desta experiência. Seis ex-gestores universitários emprestaram suas experiências vivenciadas em universidades
more » ... sidades pertencentes à Associação Catarinense das Fundações Educacionais (ACAFE), através das entrevistas em três tempos preconizadas por Seidman (1998), realizadas entre maio de 2009 e março de 2010. Recorrendo às entrevistas transcritas, foi possível resgatar três grandes temas centrais, que representam os relacionamentos interpessoais que os professores entrevistados viveram na transição para reitores e pró-reitores: as relações profissionais, o relacionamento com os alunos e as relações familiares: sentindo apoio e cobrança. Durante o período em que fizeram parte da gestão universitária, os entrevistados viveram momentos de amor e ódio com diferentes pessoas com as quais se relacionaram, além das pessoas que integravam suas equipes de trabalho. Vários foram os conflitos vividos com alunos, especialmente no momento em que estes reivindicavam mais bolsas de estudo, mais participação no processo de gestão universitária e professores mais qualificados. Ao assumirem a gestão da universidade, os ex-gestores perceberam o apoio da família, mas também a cobrança por mais tempo de dedicação. Na transição de reitores e pró-reitores para professores dois temas foram resgatados: relações profissionais e a família vivendo a transição. As relações interpessoais vivenciadas pelos ex-gestores, após deixarem os cargos, foram importantes no processo de transição. Os relacionamentos com os colegas de trabalho foram fonte de alegrias e decepções para os professores. Enquanto que o apoio familiar e dos amigos foi de essencial importância, proporcionando acalento e segurança. Os dados revelados por meio das experiências dos professores revelam temas úteis para a compreensão das relações interpessoais vivenciadas durante as transições estudadas, trazendo, assim, contribuições para pensarmos em políticas de recursos humanos. Palavras-chave: Relações interpessoais. Professor universitário. Líder. Transição. Abstract In this paper we search to understand the meaning of interpersonal relationships established in the processes of transition from individual contributor (teacher) to lead (dean) and leading contributor to individual universities. The phenomenological
fatcat:g6t4jmmw7nccfm4otaxj6vue4a