Lutheran ethos and the Philosophy of German Romanticism

Fabiano Lemos
unpublished
RESUMO Que o modelo ético do Romantismo alemão tenha reconfigurado as distâncias entre o Incondicionado e o Sensível, ultrapassando os limites da moralidade e impondo-se como critério epistemológico geral, é algo que os comentadores frequentemente reconhecem e discutem. O presente artigo tem por objetivo avaliar a circunscrição dessa reconfiguração na tradição luterana, comparativamente menos abordada, e identificar como os românticos, através dela, organizaram toda uma nova relação com a
more » ... relação com a tradição e o cânone como formas de sistematicidade. PALAVRAS-CHAVE: Romantismo alemão. Luteranismo. Filosofia moderna. ABSTRACT The fact that German Romanticism has reconfigured the distances between the Unconditioned and the Sensible, exceeding the boundaries of Morality and imposing itself as a general epistemic criteria, is something scholars recognize and often discuss. This paper, however, intends to evaluate the circumscription of such a reconfiguration within Lutheran traditions-overall, a path less walked-and identify in which way the Romantics, through it, have organized a brand new relation towards tradition and canon as ways to sistematicity.
fatcat:i4222vbln5fs5pjebq343hb7ka