Disidrose: aspectos clínicos, etiopatogênicos e terapêuticos

Lorivaldo Minelli, Ryssia Alvarez Florião, Manoel Sternick, Airton dos Santos Gon
2008 Anais Brasileiros de Dermatologia  
A disidrose e as erupções disidrosiformes são dermatoses vesiculosas muito freqüentes e de localização palmar e/ou plantar, de difícil tratamento e de evolução recidivante. Sua cura definitiva depende da descoberta do agente etiológico e da possibilidade de sua retirada definitiva. Fatores emocionais, atopia, medicamentos, substâncias de contato, etc. têm sido relatados como seus causadores. Além do tratamento com corticosteróides, atualmente novas drogas têm sido indicadas nos casos mais
more » ... os casos mais graves e/ou refratários.
doi:10.1590/s0365-05962008000200002 fatcat:plfm6n6n25azppfjlcxofe7i34