IMPORTÂNCIA DA DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DOS VETORES DA DOENÇA DE CHAGAS EM PERNAMBUCO, BRASIL, EM 2012

Maria Beatriz Araújo Silva, Kelly Reis De Menezes, Amanda Marília Siqueira, Valdir De Queiroz Balbino, Elias Seixas Lorosa, Maria Clara Guerra De Farias, Moisés Thiago De Souza Freitas, Andreia Da Silva, Valdelira Maria Costa Portela, José Jurberg
2015 Revista de Patologia Tropical  
RESUMO Objetivos: Ressaltar a importância da distribuição geográfica e do comportamento dos vetores da doença de Chagas no estado de Pernambuco. Métodos: O material analisado incluiu 100% dos insetos infectados por Trypanosoma sp. e 40% dos insetos negativos, examinados no Laboratório de Endemias para confirmação taxonômica, pesquisa do parasito nas fezes dos triatomíneos e Controle da Qualidade na confirmação do diagnóstico. Resultados: Foram examinados 3.323 triatomíneos. A infecção natural
more » ... r tripanossomatídeos foi detectada em 21,3% dos exemplares. Triatoma brasiliensis foi a espécie mais frequente no intradomicílio (24,3%), Triatoma pseudomaculata (14,9%) e Panstrongylus megistus apresentaram proporcionalmente taxa de infecção natural superior às demais (40,8%) no peridomicílio. Conclusão: O conhecimento atualizado da distribuição geográfica dos vetores da doença de Chagas é importante para fundamentar ações integradas entre os serviços de saúde, o que contribui para a vigilância entomológica no controle dos triatomíneos. DESCRITORES: Triatomíneos; doença de Chagas; controle de qualidade; Pernambuco. ABSTRACT The importance of the geographical distribution of Chagas disease vectors in Pernambuco during 2012. Objectives: To underscore the importance of geographic distribution and behavior of vectors of Chagas disease in the state of Pernambuco. Methods: The material analyzed included 100% of the insects infected with Trypanosoma spp., and 40% of negative insects, examined at the Endemic Disease Laboratory for taxonomic confirmation, searching for the parasite in feces of the insects, with Quality Control to confirm the diagnosis. Results: A total of 3,323 triatomines. Natural infection by trypanosomes was detected in 21.3% of the specimens. Triatoma brasiliensis was the most frequent intradomiciliary species (24.3%), outside the home Triatoma pseudomaculata (14.9%) and Panstrongylus megistus had a natural infection rate proportionally superior to the others (40.8%). Conclusion: The current knowledge of the geographical distribution of Chagas disease vectors is important as a platform to integrate actions between health services, contributing to the entomological surveillance and control of the insects.
doi:10.5216/rpt.v44i2.36650 fatcat:gvzrhyd6vvcarnyuvzd2lf5sju