Contribuição à exploração tecnológica dos estudos microbianos realizados no programa BIOTA FAPESP: avaliação do potencial da degradação anaeróbia de pentaclorofenol (PCP) em reator anaeróbio horizontal de leito fixo (RAHLF) [thesis]

Flávia Talarico Saia
Dedico este trabalho aos meus exemplos de vida Dedico este trabalho aos meus exemplos de vida Que tanto me ensinaram e ensinam Que tanto me ensinaram e ensinam O alicerce do meu desenvolvimento O alicerce do meu desenvolvimento Meus pais, Neise e Nicolau Meus pais, Neise e Nicolau Meu irmão, Fernando Meu irmão, Fernando Meus avós, Américo ( in memorian) e Alice Talarico, Geosolmino e Meus avós, Américo ( in memorian) e Alice Talarico, Geosolmino e Lydia Saia ( Lydia Saia (ïn mem ïn memorian)
more » ... mem ïn memorian) orian) Minha orientadora, Rosana Minha orientadora, Rosana Com carinho Com carinho O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis (Fernado Pessoa Fernado Pessoa) AGRADECIMENTOS À Deus e aos meus anjos da guarda, por terem me dado força, saúde, proteção e perseverança para a realização deste trabalho. À Rosana Filomena Vazoller, por TUDO..... pessoa melhor não teria. Mulher grandiosa, ser humano exemplar e admirável, que com amor, ética, dedicação, amizade, sabedoria, confiança e competência me orientou, me acolheu, me deu segurança, me permitiu voar.... ir além no conhecimento da importante função dos microrganismos anaeróbios do Estuário de Santos-Vicente e sua aplicação nos processos biológicos saneadores, bem como nas outras partes da vida. Muito contribuiu para o meu crescimento pessoal e profissional. Muito obrigada do fundo do meu coração Super! Aos meus pais, pois não há pais melhores neste mundo! minha querida mãe Neise e o meu paizão Nicolau, pelo apoio e amor incondicional que dedicaram e dedicam-me durante toda a vida e por me darem coragem e segurança para eu poder caminhar.... Ao meu irmão Fernando, o melhor irmão que alguém podia ter! À Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo (FAPESP), pela bolsa concedida (proc. 00/08323-3) e por financiar várias pesquisas no estado de São Paulo. A todos os pesquisadores do sub-projeto "Diversidade de Bactérias Associadas à Degradação de Compostos Recalcitrantes" do Projeto Temático BIOTA FAPESP -"Ecologia Molecular e Taxonomia Polifásica de Bactérias de Interesse Ambiental e Agri-Industrial". No qual a presente tese está inserida, pelo prazeroso aprendizado e convivência, em especial à Cristina Rossi Nakayama , companheira de PCP, estando sempre presente, apesar da distância À CETESB pela disponibilização do coletor " corer" e aos técnicos Carlos e Osvaldo pela imprescindível ajuda na coleta do sedimento do Estuário de Santos -São Vicente. André e Wagner pela amizade e por estarem sempre dispostos a ajudar. A todos os professores do Departamento de Hidráulica e Saneamento pelo valioso aprendizado do mundo do saneamento ambiental. Especialmente à Profa. Dra. Maria Bernadete Varesche, quem me guiou à Rosana, pela amizade e por estar sempre pronta a ajudar em tudo o que precisei. Ao Prof. Dr. Eugenio Foresti, pelo carinho e atenção dispensada. Sempre disposto a escutar e a propor soluções para o trabalho. Ao Sr. Gallo, que com o seu super microscópio e com sua experiência me possibilitou compreender os microrganismos pelas análises de microscopia eletrônica de varredura. Ao Paulo, Júlio e Cidinha do Laboratório de Saneamento por estarem sempre dispostos a ajudar e pela amizade desde os tempos do Mestrado..... A Profa. Elizabeth de Matos Morares e Maria Ângela Tallarico Adorno, pessoas adoráveis, pela paciência, carinho, amizade, compreensão, e pelo aprendizado indispensável nas técnicas cromatográficas de determinação de compostos clorofenólicos. À Dra. Eloiza Pozzi, pelo auxílio na microscopia, sugestões, amizade e carinho dispensado. À Dra. Márcia Damianovic, iniciadora da pesquisa de degradação anaeróbia de PCP no SHS, muito agradeço pelo apoio, carinho, incentivo, ensinamentos indispensáveis para a finalização deste trabalho e pela "torcida", sempre! Ao velho e bom amigo Dr. Eduardo Cattony, pela amizade, sugestões e realização das análises de DGGE. Ao novo e bom amigo Dr. Fábio Chinaglia, que com todo paciência e sabedoria muito me ensinou nos procedimentos de extração e amplificação do DNA, como também pelas conversas, sugestões e pelas revisões nos textos em inglês. À grande amiga Mércia Domingues (Mercinha) pela amizade sincera, conselhos e por me ensinar a técnica FISH. À toda turma do SHS, especialmente ao pessoal do Laboratório de Processos Biológicos com quem eu convivi durante o trabalho experimental Sávia,
doi:10.11606/t.18.2005.tde-03102006-150136 fatcat:7rezn66x65dsfbvnafr2i6drcu