Audição e percepção da perda auditiva em idosos

Maria da Glória Canto de Sousa, Iêda Chaves Pacheco Russo
2009 Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia  
OBJETIVO: Avaliar a audição e a percepção dos indivíduos idosos sobre a sua condição de audição. MÉTODOS: Foi desenvolvida uma pesquisa descritiva e exploratória, tendo como sujeitos 40 alunos, sendo 34 do sexo feminino e seis do sexo masculino, com idades variando entre 61 e 88 anos, de uma Universidade Aberta à Terceira Idade, localizada na cidade do Salvador, na Universidade do Estado da Bahia. Para avaliação dos sujeitos foi aplicado o Inventário Auditivo para Idosos - IAPI e realizado o
more » ... PI e realizado o exame audiométrico. A análise dos dados foi feita a partir das variáveis: sexo, faixa etária e pela computação das respostas dadas pelos indivíduos ao Inventário Auditivo para Idosos. RESULTADOS: Dos idosos 37,5% apresentaram audição normal e 62,5% perda auditiva, sendo 30% perda auditiva assimétrica e 32,5% simétrica. Dos 25 sujeitos com perda auditiva, apenas 3 (12%) tiveram percepção da mesma com um IAPI superior a dez pontos e 22 (88%) com uma pontuação inferior a dez. Quanto ao sexo, 8% de homens e 4% de mulheres tiveram uma pontuação superior a dez no IAPI; 16% dos indivíduos do sexo masculino e 72% do feminino apresentaram pontuação inferior a dez. Houve um predomínio da configuração audiométrica do tipo descendente em 88% dos sujeitos. CONCLUSÃO: A maioria dos sujeitos estudados era portadora de perda auditiva, sendo que, quanto maior a idade, maior esta deficiência. Proporcionalmente, a perda auditiva ocorreu mais em homens do que em mulheres, mas poucos percebem a sua existência.
doi:10.1590/s1516-80342009000200016 fatcat:4cpvgsgm6raallivquno4r33du