DIAGNÓSTICO QUANTIQUALITATIVO DE LIXO PATOGÊNICO NO HOSPITAL REGIONAL DE CATOLÉ DO ROCHA-PB

Francisco Edimilcio Maia NETO, José Sebastião MELO FILHO, Thiago Pereira SOUSA, Luís Alberto Silva ALBUQUERQUE, Fabiana Xavier COSTA
2013 Revista Terceiro Incluído  
RESUMO: Objetivou-se com este trabalho fazer um levantamento quantiqualitativo do lixo patogênico do Hospital Regional Dr. Américo Maia de Vasconcelos localizado na cidade de Catolé do Rocha -PB. A pesquisa foi realizada no período de 01/05/2012 à 31/05/2012, onde envolveu toda a comunidade hospitalar, tais como: auxiliares e técnicos de enfermagem, enfermeiros, técnico de raio-x, assistente social, médicos, arquivistas e faturistas, digitadores, fisioterapeutas, nutricionistas, porteiro e
more » ... as, porteiro e maqueiro e auxiliar de serviços gerais e jardineiros, desde a coleta até a pesagem diária destes resíduos que apresenta alto risco para os seres humanos e o meio ambiente, durante o mês da pesquisa na unidade observou-se enorme preocupação da administração com todos os funcionários, inclusive os que têm acesso ao lixo. A pesagem da primeira semana obteve 228,5 Kg, Na segunda semana foi constatado 381 Kg, observou-se na terceira semana uma redução de 307 Kg, já na quarta semana obteve aumento de 410 Kg e na quinta semana diminui para 151 Kg de lixo infectante (seringas, agulhas, ataduras, gases, cateteres, sondas, curativos e materiais de coleta de exames). Obtendo um total de 1.477,5 Kg. No período da pesquisa constatou-se que os municípios do sertão paraibano, em especial Catolé do Rocha necessitam de incineradores ambientalmente corretos, pois o lixo coletado no hospital é levado para a capital João Pessoa -PB, a uma distância de mais de 500 km, onde são incinerados os resíduos sólidos gerados na unidade de saúde. Palavras-chave: meio ambiente, resíduos sólidos, contaminação
doi:10.5216/teri.v3i2.29799 fatcat:idbae5t36va6fnmcfoqgbgks7u