Human Neuroanatomy

Oliver S. Strong, Adolph Elwyn
1948 Southern medical journal (Birmingham, Ala. Print)  
Constitui talvez redundância ressaltar o valor e a importância de conhecimentos precisos da anatomia do sistema nervoso para o uso diário do neurologista. Com efeito, neles se baseiam os fundamentos para o seguro diagnóstico topográfico da lesão produtora da sintomatologia manifestada. Infelizmente, tornou-se mais ou menos corrente o emprego de esquemas dos diversos sistemas e vias nervosas, não como um meio para a compreensão da morfologia respectiva, mas como um conhecimento final. É obvio
more » ... o final. É obvio que os esquemas e diagramas não podem, por si só, satisfazer como conhecimentos básicos do neurologista prático, mas exigem o estudo paralelo das estruturas correspondentes. Caso contrário, perde-se o sentido das proporções dimensionais, levando o médico a confusões lamentáveis. Entre os diversos livros de neuranatomia editados recentemente, destacamos a obra de Strong e Elwyn, primorosamente editada. Trata-se de um trabalho excelentemente conduzido, evidenciando-se grande familiaridade dos autores com o ensino da matéria. Sem prejudicar o acurado estudo morfológico, os AA. ressaltam, nos tópicos convenientes, a importância funcional ou clínica das estruturas que vem de estudar. Esse critério suaviza a aridez natural da matéria, aumentando o interesse e o aproveitamento prático dos conhecimentos exauridos através da leitura do trabalho. Inúmeras figuras constituidas por desenhos de peças anatômicas e fotografias macro e microscópicas intercalam-se no texto. Belos esquemas e diagramas, alguns em cores diversas, facilitam a compreensão da estrutura e da função dos sistemas descritos. A obra pode ser dividida em duas partes; a primeira, constituida pelos primeiros oito capítulos, compreende a parte geral da neuranatomia. Estudam-se sucessivamente a organização, significação e a embriogênese do sistema nervoso; a morfologia dos neurônios e a sua interrelação anatômica e funcional; a histologia dos elementos nervosos e a sua distribuição segmentar. A seguir, os AA. dedicam-se ao estudo do sistema nervoso periférico. O estudo das meninges e do líquido réfalo-raquidiano encerra a parte dita geral. A segunda parte, muito mais desenvolvida e arnpla, é dedicada ao estudo macroscópico e à arquitetura das diversas porções do neureixo. Após a descrição macroscópica de cada segmento do sistema nervoso central, é analisada a estrutura fina de sua substância cinzenta e branca, através de cortes em diversos niveis. Finalmente, em uma síntese, são reunidos os diversos sistemas concernentes ao segmento estudado. Digno de registro é o cuidado bibliográfico dos autores, incorporando ao texto o resultado de trabalhos recentíssimos, publicados em monografias e revistas especializadas. Vasta e selecionada bibliografia encerra esta neuranatomia que, entre as diversas obras similares ultimamente editadas, julgamos uma das mais recomendadas para o uso diário do neurologista. ROBERTO MELARAGNO FILHO
doi:10.1097/00007611-194812000-00028 fatcat:xsnqvivf3bfhpkatm6wxopmhuq