Variation in the chemical composition of Amazonian woods submitted to decay fungi

L.F.S. Vieira, A.F. Costa, A.C.O. Moreira
2020 Revista Brasileira de Ciências Agrárias  
As a biological material, wood is susceptible to the action of xylophagous agents, which alter its physical and chemical properties, with the decay fungi standing out among these, causing damage and changing the chemical composition of the wood, as a result of the metabolism of its components. This study evaluated changes of the main chemical components of four Amazonian wood species after the attack of two decay fungi by means of gravimetric chemical analysis and mid-infrared spectroscopy. The
more » ... d spectroscopy. The chemical analyzes allowed distinguishing the action mechanisms of the fungi in relation to the chemical components of the wood. Overall, after the action of the Gloeophyllum trabeum fungus (brown rot), a reduction in the holocellulose proportion was observed, while for Trametes versicolor (white rot) it was a reduction of lignin. With the principal component analysis (PCA) results, it was possible to separate the treatments per wood, by using its mass loss and chemical components. It was also possible to differentiate the decay fungi by using the absorbance band intensities of the mid-infrared spectrum. As a conclusion, the mid-infrared spectroscopy has proved to be a useful tool in distinguishing classes of decay fungi. Further researches on this may contribute to create a more robust database for the identification of decay fungi action in wood. Variação na composição química de madeiras da Amazônia submetidas a fungos apodrecedores RESUMO: Por ser um material de origem biológica, a madeira está susceptível a ação de agentes xilófagos, que alteram suas propriedades físicas e químicas, com destaque para os fungos apodrecedores que causam danos e alteram a composição química da madeira em consequência da metabolização de seus componentes. O presente estudo avaliou a alteração dos principais componentes químicos de quatro madeiras da Amazônia, após o ataque de dois fungos apodrecedores, por meio da análise química gravimétrica e da espectroscopia de infravermelho médio. As análises químicas permitiram distinguir os mecanismos de ação dos fungos em relação aos componentes químicos da madeira. Em geral, após a ação do fungo Gloeophyllum trabeum (podridão parda) foi observada uma redução na proporção de holocelulose, e de lignina para o Trametes versicolor (podridão branca). Mediante a análise de componentes principais (PCA), foi possível separar os tratamentos pelas madeiras, utilizando os dados de perda de massa e dos seus componentes químicos. Também foi possível a distinção entre os fungos apodrecedores utilizando as intensidades das bandas de absorbância dos espectros de infravermelho médio. A espectroscopia no infravermelho médio mostrou ser uma ferramenta útil na distinção entre as classes de fungos apodrecedores. O aumento de pesquisas com esse foco, pode favorecer a construção de uma base de dados mais robusta para a identificação dos fungos apodrecedores em ação nas madeiras. Palavras-chave: infravermelho médio; análise de componentes principais; madeiras tropicais; fungos xilófagos Variation in the chemical composition of Amazonian woods submitted to decay fungi Rev. Bras. Cienc. Agrar., Recife, v.15, n.2, e7411, 2020 2/9
doi:10.5039/agraria.v15i2a7411 fatcat:p7liq7tpzzejzdqjvhgptxi2mm