MONUSCO: A ATUAÇÃO BRASILEIRA EM OPERAÇÕES DE PAZ ROBUSTAS

Graziene de Souza
2015 Brasiliana: Journal for Brazilian Studies  
De Souza, Graziene Carneiro. MONUSCO: a atuação brasileira em operações de paz robustas. No início de 2013, o CSONU aprovou a resolução 2098, a qual estabeleceu a criação da FIB da MONUSCO (Missão de Estabilização das Nações Unidas na República Democrática do Congo) com mandato de realizar, inclusive, operações ofensivas. Pela primeira vez na história das operações de paz sob a bandeira desta organização, permitiu---se o uso da força para neutralizar grupos armados. Neste contexto, o
more » ... texto, o engajamento ativo da FIB possibilitou que os aspectos político, militar, e humanitário da MONUSCO fossem conjuntamente adaptados, influenciando a operacionalização da proteção de civis. Para comandar a força militar da missão, o CSONU nomeou o General---de---Divisão Carlos Alberto dos Santos Cruz, brasileiro, enaltecendo "questionamentos" sobre a participação do Brasil nas operações de paz sob a égide da ONU. O investimento brasileiro nas operações de manutenção da paz daquela organização é de longa data e se intensificou nas últimas décadas. Com Comandantes---Gerais de Força Militar na Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti ---MINUSTAH, na Força Interina da ONU no Líbano ---UNIFIL e na Missão de Estabilização das Nações Unidas na República Democrática do Congo ---MONUSCO, o Brasil mostra sua credibilidade no contexto das operações de paz. Todavia, diante da nova discussão sobre a proteção de civis nas operações de paz robustas, 2 (Braga, 2010) 2 Operações de paz robustas são as missões de paz que realizam operações militares ofensivas.
doi:10.25160/v3.i2/d7 fatcat:wriu32kq4zaanjfgok7d46r2e4