Expansão do setor florestal nas mesorregiões do estado de Goiás

Escleide Gomes Cabral, Sybelle Barreira
2018 Revista de Ciências Agrárias  
RESUMO: Desde a chegada do eucalipto em Goiás, por volta de 1980, a silvicultura vem se consolidando ao longo dos anos e demonstrando sua importância para a economia do estado. Assim, o objetivo deste trabalho foi verificar o comportamento dos produtos do mercado florestal carvão vegetal, lenha e madeira em tora oriundos de silvicultura, ao longo dos anos para as mesorregiões do estado de Goiás. Por meio de levantamento de dados do IBGE, foram contabilizadas as quantidades produzidas, bem como
more » ... oduzidas, bem como os valores arrecadados de cada produto para os anos compreendidos entre 2000 e 2015. Nas mesorregiões Norte e Sul no ano de 2000 foram produzidas 27.390 e 49.496 t de carvão vegetal, correspondendo a R$ 3,2 milhões e R$ 7,7 milhões, respectivamente. A lenha produzida no mesmo período nas mesorregiões Sul e Norte foi de 445.125 m 3 , arrecadando R$ 5,08 milhões, e 169.610 m 3 (R$ 878 mil), e a produção de madeira correspondeu a 17.971 m 3 (R$ 318 mil) e 5.750 m 3 (R$ 230 mil). As demais mesorregiões sempre apresentaram valores baixos para ambos os produtos. Em 2015, a produção de carvão vegetal diminuiu, enquanto a produção de lenha e madeira aumentou, indicando que alguns produtos vêm sendo substituídos ao longo dos anos, como o carvão vegetal por cavacos de madeira, assim como outros produtos que podem ser trabalhados e transformados em outras fontes de energia menos poluentes e mais econômicas. ABSTRACT: Since the arrival of eucalyptus in Goiás around 1980, silviculture has been consolidating over the years and demonstrating its importance to the state's economy. Thus, the objective of this work was to verify the behavior of commercialized forest products: vegetable carbon, firewood and wood logs originated from silviculture over the years for the mesoregions of the state of Goiás. This study was conducted by collecting IBGE data, accounting for the amounts produced as well as values collected from each product from 2000 to 2015. A total of 27,390 t and 49,496 t of vegetable carbon was produced within the North and South mesoregions in 2000, respectively, corresponding to R$ 3.2 million and R$ 7.7 million. The firewood produced in the same period in the South and North mesoregions were 445,125 m³, raising R$ 5.08 million and 169,610 m³ (R$ 878 thousand) and wood production corresponded to 17,971 m³ (R$ 318 thousand) and 5,750 m³ (R$ 230 thousand), with the remaining mesoregions always presenting low values for both products. In 2015, the production of vegetable carbon was reduced, with an increase in the production of firewood and wood logs, indicating that some products have been replaced by others over the years, such as vegetable carbon by wood chips, as well as other products which can be processed and transformed into other less polluting and more economical energy sources.
doi:10.22491/rca.2018.2590 fatcat:5mtxgw3bjfbvlk6pbxfvqreflm